Produtor de TV é detido nos EUA por morte de brasileira

quarta-feira, 17 de novembro de 2010 14:01 BRST
 

LOS ANGELES (Reuters) - Autoridades norte-americanas prenderam Bruce Beresford-Redman, ex-produtor do programa de sucesso na televisão "Survivor", nesta terça-feira em sua casa e vão extraditá-lo para o México, onde está sendo acusado de assassinar sua esposa, a brasileira Mônica Burgos.

O ex-produtor do reality show foi detido por funcionários federais e agentes do FBI e deve aparecer no tribunal federal em Los Angeles nesta quarta-feira, segundo comunicado do Ministério Público dos Estados Unidos.

Beresford-Redman foi detido no México em abril sob suspeita de estrangular Mônica em Cancún, um dos principais centros turísticos do Caribe, onde o casal estava de férias com os dois filhos.

O corpo foi encontrado nos mangues perto do hotel de luxo onde estavam hospedados. Autoridades mexicanas disseram que a autópsia indicava que ela havia sido sufocada até a morte depois de um golpe na cabeça, e funcionários do hotel e hóspedes alegaram ter visto e ouvido os dois discutindo.

Beresford-Redman foi inicialmente detido no México e depois fugiu para sua casa no Rancho Palos Verdes, um enclave de luxo de Los Angeles.

No final de maio, ele divulgou um comunicado negando qualquer culpa e dizendo que sua esposa "era o eixo ao redor do qual a família inteira girava".

"Estou arrasado com sua perda, e estou irado com a sugestão de que eu teria qualquer envolvimento na morte dela. Sou inocente", disse Beresford-Redman no comunicado.

Em junho, autoridades mexicanas fizeram um pedido para seu retorno ao país. A Justiça mexicana alega que Beresford-Redman e sua esposa estavam tendo problemas no casamento e ela teria descoberto que ele estava tendo um caso.

(Reportagem de Bob Tourtellotte)

 
<p>Produtor de TV norte-americano Bruce Beresford-Redman &eacute; escoltado por policiais em Canc&uacute;n. Foto de arquivo. 08/04/2010 REUTERS/Gerardo Garcia</p>