ENTREVISTA-Anne Hathaway fala de "O Amor e Outras Drogas"

sexta-feira, 19 de novembro de 2010 13:20 BRST
 

Por Christine Kearney

NOVA YORK (Reuters) - Anne Hathaway volta a contracenar com Jake Gyllenhaal, seu parceiro em "O Segredo de Brokeback Mountain", no misto de drama e comédia romântica "O Amor e Outras Drogas".

Sua atuação no papel de Maggie, um espírito livre, incluindo sexualmente, que se apaixona por um vendedor de produtos farmacêuticos, a está levando a ser cogitada para uma possível indicação ao Oscar.

Hathaway, de 28 anos, conversou com a Reuters sobre o filme -- baseado no livro de não ficção "Hard Sell - The Evolution of a Viagra Salesman" -- sobre temas que foram desde medicamentos até a droga principal do filme: o amor.

Pergunta: O que mudou na sua vida e na de Jake desde "Brokeback Mountain?"

Resposta: Acho que tudo, menos nossas famílias e nossos amigos. Somos basicamente as mesmas pessoas, só que mais velhas e mais sábias.

P: Parece que você chorou todos os dias durante as filmagens de "O Amor e Outras Drogas"?

R: É verdade, vivi uma montanha-russa emocional neste filme. Fiz uma personagem que está muito fora de minha zona de conforto. E toda essa sexualidade explícita não tem nada a ver comigo.

P: Sua personagem tem a doença de Parkinson, é emocionalmente complexa e não é uma personagem feminina típica e unidimensional de comédia romântica. Foi isso que a atraiu no roteiro?   Continuação...

 
<p>Anne Hathaway na estreia de seu filme "O Amor e Outras Drogas" em Hollywood. 04/11/2010 REUTERS/Fred Prouser</p>