Bispo britânico que ironizou casamento real é suspenso

terça-feira, 23 de novembro de 2010 15:09 BRST
 

LONDRES (Reuters Life!) - A Igreja Anglicana suspendeu nesta terça-feira o bispo Peter Broadbent, que chamou o príncipe William e sua noiva, Kate Middleton, de "celebridades superficiais" e sugeriu que o casamento deles duraria somente sete anos.

O bispo de Londres, Richard Chartres, disse que havia pedido a Broadbent -- bispo de Willesden, no noroeste de Londres -- que se retirasse do ministério até novas instruções.

"Tive agora a oportunidade de conversar com o bispo Peter sobre como foram feitos seus comentários e observei suas desculpas sinceras", disse Chartres em um comunicado.

"No entanto, pedi-lhe que se retirasse do ministério até novas instruções. Também estive em contato com o Palácio St. James para expressar meu desalento em nome da Igreja."

Broadbent pediu desculpas na segunda-feira pelos comentários postados em sua página do Facebook, publicados e criticados pela mídia britânica no fim de semana.

"Não me importo com a realeza", escreveu o bispo na rede de relacionamento social na Internet, dizendo ser republicano e que "há mais casamentos desfeitos e namoradeiros entre essas pessoas do que o contrário".

"Eles nos custam uma exorbitância. E como a maioria das celebridades superficiais, eles estão destinados a fracassar por causa da imprensa marrom...Eu dou ao casamento sete anos", acrescentou o bispo no Facebook.

O bispo de Londres disse ter ficado desconcertado com os comentários.

Broadbent não foi localizado para se pronunciar sobre a suspensão.

(Reportagem de Karen Foster)