ESTREIA-"Skyline - A Invasão" investe tudo nos monstros

quinta-feira, 2 de dezembro de 2010 08:14 BRST
 

SÃO PAULO (Reuters) - Irmãos e cineastas, Colin Strause e Greg Strause acumulam cerca de 60 créditos como desenhistas de efeitos visuais, em grandes produções como "Avatar", "2012" e "X Men Origens - Wolverine", todos de 2009.

Eles uniram-se a dois outros parceiros da mesma área técnica, Joshua Cordes e Liam O´Donnell, os quais assinam como roteiristas a ficção científica "Skyline - A Invasão", dirigida pelos irmãos Krause. O filme estreia em cópias dubladas e legendadas.

É de se esperar que, dada a formação destes quatro envolvidos, a maior preocupação esteja nos efeitos visuais, especialmente na criação dos temíveis alienígenas que tomam Los Angeles de assalto. Pilotando naves gigantescas, eles atraem os humanos com raios de luz azul e devoram impiedosamente os habitantes da cidade.

Ilhados num luxuoso apartamento, os amigos Jarrod (Eric Balfour) e Terry (Donald Faison) haviam se reencontrado há pouco tempo. Bem-sucedido no mundo da música pop, Terry quer que o amigo deixe Nova York e venha trabalhar com ele em Los Angeles. O plano parece em suspenso, agora que os alienígenas ameaçam liquidar a cidade - e não se sabe o que acontece além de suas fronteiras, porque as emissoras de televisão saíram do ar. Embora, curiosamente, o fornecimento de luz continue.

Duas mulheres estão no apartamento, a esposa de Terry, Candice (Brittany Daniels), e a namorada de Jarrod, Elaine (Scottie Thompson) - que acaba de descobrir que está grávida. Um detalhe que não só cria tensão entre o casal como terá um sinistro desdobramento mais adiante na história.

A construção do roteiro é mínima. Os personagens se movimentam no espaço do apartamento, tentando escapar da visão de seus inimigos, além de controlar os suprimentos, que começam a escassear. Tudo indica que há poucos sobreviventes ao massacre e as perspectivas de uma expedição fora do prédio são as piores possíveis. Uma tentativa de escapar de carro resulta num enorme susto e algumas baixas.

Contando com um elenco em sua maioria vindo de séries de televisão - caso de David Zayas, de "Dexter", que interpreta um zelador -, o filme não aposta muito no desenvolvimento dos personagens, que parecem meros pretextos para que os monstros do espaço os persigam, criando sequências de ação e novos efeitos especiais. A bem da verdade, nem tão sofisticados assim.

Pode-se enxergar uma série de referências a outras produções do gênero, como os sucessos "Independence Day", "Guerra dos Mundos" e, particularmente, "Aliens" - com cujos monstros estes daqui se parecem muito. Mas não há, de modo algum, a qualidade com que se podia contar naqueles exemplares. "Skyline - A Invasão" é explicitamente uma produção B, visando consumo rápido, possivelmente, de um público nada exigente.

Ainda assim, os diretores foram ambiciosos, criando um final que aponta para uma sequência - com tudo para ser do mais puro horror.

(Por Neusa Barbosa, do Cineweb)

* As opiniões expressas são responsabilidade do Cineweb

 
<p>Eric Balfour na estreia de "Skyline - A Invas&atilde;o" em Los Angeles. 09/11/2010 November 12. REUTERS/Mario Anzuoni/Arquivo</p>