Nome Kate se populariza na Grã-Bretanha com casamento real

quinta-feira, 2 de dezembro de 2010 12:46 BRST
 

LONDRES (Reuters Life!) - Um site ligado a pesquisas genealógicas previu que em 2011, após o casamento do príncipe britânico William com Kate Middleton, o nome Kate provavelmente se tornará um dos mais escolhidos para meninas nascidas no país.

O site Ancestry.co.uk descobriu que 230 milhões de registros de nascimento e casamento que datam de a partir 1837 revelam que a popularidade dos nomes de princesas sobe dramaticamente nos anos em que as princesas se casam.

"Vasculhamos milhões de registros e constatamos que, toda vez que há um casamento na família real, os pais dão a suas filhas recém-nascidas o nome da princesa", disse em comunicado o diretor de conteúdo internacional do site, Dan Jones.

A popularidade do nome Diana dobrou quando a hoje falecida mãe do príncipe William se casou com o príncipe herdeiro Charles, em 1981. Os nomes Elizabeth e Victoria também ganharam popularidade nos anos em que as rainhas assim chamadas se casaram.

A tendência pode ser averiguada com um estudo do número de Elizabeths nascidas no ano do casamento da rainha Elizabeth, em 1947, e o de sua mãe, em 1923.

O padrão se verifica não apenas no século 20 -- o número de Victorias que nasceram subiu 35 por cento no ano do casamento da rainha Victoria com o príncipe Albert, em 1840.

O nascimento de bebês na família real tende a ter efeito semelhante.

Os nomes William e Harry ganharam popularidade nos anos 1990 e início da década de 2000, após o nascimento dos dois príncipes, e o mesmo se deu com os nomes das outras crianças da família real, Zara, Andrew, Anne, Beatrice e Eugenie.

(Reportagem de Paul Casciato)