Kirsten Dunst fala sobre seu novo filme, "All Good Things"

quinta-feira, 2 de dezembro de 2010 18:04 BRST
 

Por Zorianna Kit

LOS ANGELES (Reuters) - Kirsten Dunst cresceu diante dos olhos do público em filmes como "Entrevista com o Vampiro" e "As Virgens Suicidas", tornando-se uma estrela de fato nos filmes "Homem Aranha".

Ela está de volta ao trabalho agora em "All Good Things", contracenando com Ryan Gosling e fazendo o papel de uma mulher que desaparece pouco depois de seu casamento com um herdeiro rico desabar.

O filme, que estreia nos EUA na sexta-feira, é inspirado em um caso real notório que ocorreu em 1982 em Nova York, relacionado à rica família Durst.

Dunst falou com a Reuters sobre o filme, Ryan Gosling e o novo reinício de "Homem Aranha".

P: O corpo de Kathie Durst nunca foi encontrado, e ninguém foi acusado pelo crime. Você acha que Robert Durst a matou?

R: Acho que sim - afinal, por que a família Durst não ajudaria a encontrar sua nora? Com todo o dinheiro e o poder que tinham, podiam ter levado a polícia inteira a procurá-la. Mas não fizeram nada.

P: Houve dias memoráveis no set?

R: Eu diria que sim, na cena em que Ryan me puxa para fora de casa pelos cabelos. No dia seguinte, Ryan se sentiu mal por ter tido que puxar meu cabelo e me mandou flores.   Continuação...

 
<p>Kirsten Dunst na estreia do filme "All Good Things" em Nova yOrk. 01/12/2010 REUTERS/Lucas Jackson</p>