Macacão de Johnny Cash é vendido por US$ 50 mil em leilão

segunda-feira, 6 de dezembro de 2010 10:02 BRST
 

LOS ANGELES (Reuters) - Um macacão usado por Johnny Cash foi bastante disputado antes de ser vendido por 50 mil dólares no domingo, ultrapassando de forma surpreendente as expectativas no leilão de antigos pertences do Homem de Preto.

O macacão azul foi usado por Cash durante um ensaio na prisão de San Quentin e aparece na foto de Jim Marshall que o retrata mostrando o dedo do meio à câmera.

O preço final superou a expectativa de venda de 3 mil a 5 mil dólares depois que ofertas foram feitas pelo telefone e na galeria, disse a casa de leilões Julien's Auctions.

"Johnny Cash é uma verdadeira lenda e sua coleção está espalhada em todos os continentes", disse Darren Julien, presidente da Julien's.

"Ofertantes de todo o mundo participaram do leilão, provando que o legado do Homem de Preto viverá para sempre."

Mais de 700 mil dólares foram arrecadados nos 321 lotes colocados à venda.

Entre os outros itens estavam um violão acústico Martin, no qual Cash escreveu os primeiros quatro versos de seu sucesso "I Walk the Line" e assinou seu nome. O instrumento foi vendido por 50 mil dólares, superando as estimativas de 20 mil a 30 mil dólares.

Também estava na lista de souvenires do cantor, a letra manuscrita de uma dúzia de canções obscuras ou que não foram gravadas. Entre elas estava uma música de amor chamada "I Draw the Line".