Trama original de "Nárnia" foi modificada, admite diretor

terça-feira, 7 de dezembro de 2010 12:27 BRST
 

Por Mike Collett-White

LONDRES (Reuters) - Os criadores do mais recente sucesso de bilheterias baseado nos livros "As Crônicas de Nárnia", de C.S. Lewis, admitem que fizeram modificações importantes em relação ao material original, mas acham que elas resultaram em um filme melhor.

"As Crônicas de Nárnia - A Viagem do Peregrino da Alvorada" chega aos cinemas esta semana nos EUA e Grã-Bretanha, e muita coisa depende do êxito deste terceiro filme da série.

Repleto de ação e efeitos especiais, o filme em 3D acompanha Lúcia e Edmundo Pevensie e seu primo mal-humorado, Eustáquio, até Nárnia, onde embarcam em uma épica aventura marítima com Caspian e o valoroso camundongo falante Ripchip.

O diretor britânico Michael Apted, conhecido sobretudo pelo filme "007 - O Mundo Não é o Bastante", disse que num primeiro momento os herdeiros de C.S. Lewis questionaram a necessidade de fazer modificações da trama no roteiro do filme, mas acabaram concordando.

Apted e os roteiristas passaram dois anos criando as alterações. Acabaram por tomar emprestado material do quarto livro da série "Nárnia" -- "O Trono de Prata" -- e seu tema de cativos presos num subterrâneo.

Pelo fato de terem usado elementos de "O Trono de Prata", a produtora Walden Media e a nova parceira, a Twentieth Century Fox, podem ter mais facilidade de criar o quarto filme da série, que Apted argumenta que será difícil manter por sete títulos.

Apted disse que, se houver um quarto filme e ele for convidado a dirigi-lo, aceitará.

Mark Johnson, produtor dos três filmes "Nárnia", disse em coletiva de imprensa na semana passada que gostaria de adaptar os sete romances de C.S. Lewis.   Continuação...