Grande nome do jazz, saxofonista James Moody morre aos 85 anos

segunda-feira, 13 de dezembro de 2010 07:52 BRST
 

LOS ANGELES (Reuters) - O saxofonista James Moody, um mestre da improvisação, morreu em San Diego após uma luta de 10 meses contra um câncer no pâncreas. Ele tinha 85 anos.

Moody morreu na quinta-feira no Instituto de Cuidados Paliativos de San Diego, onde ele estava desde o início desta semana, disse a mulher do músico, Linda Moody, em comunicado divulgado no site dele.

"Me sinto muito gratificada pelo privilégio de ser a mulher deste homem fantástico por quase 22 anos. Aprendi muito com essa pessoa linda, graciosa e gentil", disse Linda Moody.

Nascido na Georgia e criado em Nova Jersey, Moody se tornou um dos maiores jazzistas norte-americanos. Ele tocou com Dizzy Gillespie, Lionel Hampton e B.B. King e foi indicado a quatro prêmios Grammy, a maior honra da indústria fonográfica norte-americana.

Moody começou a gravar no final da década de 1940 após servir às Forças Armadas durante a Segunda Guerra Mundial. Ele continuou a compor e a se apresentar até os anos 2000.

(Reportagem de Bob Tourtellotte)

 
<p>James Moody toca seu saxofone no Playboy Jazz Festival em 2008. O saxofonista morreu em San Diego ap&oacute;s uma luta de 10 meses contra um c&acirc;ncer no p&acirc;ncreas. Ele tinha 85 anos.14/06/2008 REUTERS/Fred Prouser/Arquivo</p>