Tempestade em Israel desenterra estátua da era romana

terça-feira, 14 de dezembro de 2010 15:06 BRST
 

ASHKELON, Israel (Reuters) - Uma estátua romana enterrada havia séculos ressurgiu depois dos temporais de inverno que atingiram a costa de Israel.

A figura de uma mulher de toga e sandálias esculpida em mármore branco foi encontrada em meio a um despenhadeiro que desmoronou com a força do vento, das ondas e da chuva no antigo porto de Ashkelon, informou nesta terça-feira a Autoridade de Israel para as Antiguidades.

"O mar nos deu essa estátua magnífica", disse Yigal Israeli, pesquisador da instituição.

Ele afirmou que a escultura, que está sem a cabeça e os braços, tem cerca de 1,2 metro de altura, pesa 200 quilos e data da época da ocupação romana no que era a Judeia ocidental, entre 1.800 e 2.000 anos atrás. Ela será exposta em museus.

Também foram recuperados no sítio fragmentos de uma casa de banho romana e mosaicos.

A tempestade, no entanto, danificou sítios arqueológicos israelenses bem estabelecidos, como as ruínas de Caesarea. Com isso, a descoberta da estátua não trouxe tanta satisfação.

"Não encaramos essa descoberta como uma notícia tão boa", disse outro funcionário da autoridade, que não quis ser identificado. "O melhor é que as relíquias permaneçam escondidas e protegidas e não que sejam expostas e danificadas."