Jarro chinês é vendido por US$8 mi, mais de 600 vezes o previsto

quarta-feira, 15 de dezembro de 2010 12:59 BRST
 

LONDRES, 15 de dezembro (Reuters Life!) - Um jarro chinês de porcelana, azul e branco e retratando um dragão, foi vendido por 7,7 milhões de dólares, mais de 600 vezes o valor médio estimado antes do leilão -- de 10 a 15 mil dólares -- disse na quarta-feira a casa de leilões Bonhams.

A Bonhams tinha estimado inicialmente a data de fabricação do jarro, de 35 centímetros, como sendo por volta de 1905, o que explica suas expectativas relativamente modestas.

Mas compradores em San Francisco, em um leilão de objetos asiáticos promovido pela Bonhams & Butterfields esta semana, determinaram que o objeto na verdade era muito mais antigo e valioso, avaliando-o como uma peça da época imperial, de aproximadamente 1760.

"Pecamos por excesso de cautela", disse um representante da Bonhams, acrescentando que virtualmente todos os lotes oferecidos, incluindo o jarro de dragão, foram arrematados por compradores chineses.

O leilão é o exemplo mis recente do interesse enorme de colecionadores chineses ricos, especialmente por porcelanas imperiais.

No mês passado um vaso chinês encontrado durante uma venda de rotina dos objetos de uma casa de um subúrbio londrino deixou o mundo das artes estarrecido ao ser arrematado por 69 milhões de dólares, 40 vezes seu valor estimado, marcando um recorde para qualquer obra de arte da Ásia vendida em leilão.

(Reportagem de Mike Collett-White)

 
<p>Jarro chin&ecirc;s de porcelana vendido por 7,7 milh&otilde;es de d&oacute;lares em de leil&atilde;o da Bonham's. REUTERS/Bonhams/Divulga&ccedil;&atilde;o</p>