Escândalos com jogadores "afetam visão infantil do casamento"

quarta-feira, 29 de dezembro de 2010 11:56 BRST
 

LONDRES (Reuters Life!) - As crianças estão crescendo com a ideia de que o casamento é algo que não é feito para durar, já que tantos jogadores famosos de futebol e astros pop têm namoros e separações que viram notícia, afirmou um especialista na quarta-feira.

Em 2010, as supostas infidelidades conjugais de jogadores de futebol ingleses como Wayne Rooney, John Terry e Ashley Cole foram destaques nos jornais.

Reg Bailey, que comanda um estudo governamental sobre a sexualização da infância, deve analisar o assunto em um relatório que está preparando para o Departamento de Educação.

Executivo-chefe da entidade beneficente Mothers' Union (união de mães), Bailey disse ao jornal Daily Telegraph que atletas, homens e mulheres, exercem uma influência clara sobre o comportamento infantil e as ideias das crianças sobre o que é ou não aceitável.

"Acho que existem boas evidências apontando para o fato de que as crianças são altamente influenciadas por certos indivíduos, especialmente os que estão na mira da atenção pública, quer sejam popstars ou atletas", disse ele.

"Uma área que queremos analisar é de onde vem essa influência, quais são os sinais que as crianças captam desde cedo, e isso vai incluir pessoas vistas como exemplos", afirmou.

"A sexualização das crianças é uma preocupação evidente. Muitas pessoas associam esse fenômeno apenas às meninas. Não acredito nisso. O fenômeno impacta meninos e meninas, e o estudo levará esse fato em conta."

O Daily Telegraph também citou Jamie Murdoch, da entidade beneficente Relate, que presta assessoria em relacionamentos, como tendo dito que muitos jogadores de futebol não têm consciência de que seu comportamento pode influenciar crianças que os enxergam como exemplos a serem seguidos.

"As ações têm consequências, e as crianças estão crescendo em uma cultura influenciada pela mídia, na qual elas apreendem que ter casos extraconjugais é normal e que um casamento duradouro é algo que mesmo muitas pessoas bem-sucedidas não podem sonhar em ter", disse ele.

 
<p>Wayne Rooney do Manchester United antes de jogo da Liga dos Campe&otilde;es em setembro. Em 2010, as supostas infidelidades conjugais de jogadores de futebol ingleses como Wayne Rooney, John Terry e Ashley Cole foram destaques nos jornais. 14/09/2010 LREUTERS/Darren Staples/Arquivo</p>