5 de Janeiro de 2011 / às 14:41 / 7 anos atrás

Arcebispo de Canterbury fará o casamento do príncipe William

<p>Arcebispo de Canterbury, Rowan Williams, em missa de P&aacute;scoa na categral de Caterbury em abril. O l&iacute;der espiritual da Igreja Anglicana far&aacute; o casamento do pr&iacute;ncipe William e sua namorada Kate Middleton no final deste ano, informou o gabinete do pr&iacute;ncipe brit&acirc;nico nesta quarta-feira. 04/04/2010 REUTERS/Toby Melville/Arquivo</p>

Por Michael Holden

LONDRES (Reuters Life!) - O arcebispo de Canterburry, Rowan Williams, líder espiritual da Igreja Anglicana, fará o casamento do príncipe William e sua namorada Kate Middleton no final deste ano, informou o gabinete do príncipe britânico nesta quarta-feira.

Outros detalhes sobre o casamento revelaram que Middleton viajará para a cerimônia na Abadia de Westminster de carro, passando em frente ao Parlamento britânico e o The Mall, a principal rua que chega ao palácio de Buckingham.

William, o filho do herdeiro ao trono príncipe Charles e da falecida princesa Diana, anunciou seu noivado com a namorada de longa data Middleton em novembro, depois de estarem juntos por quase uma década.

O casal já revelou que o casamento será no dia 29 de abril na Abadia de Westminster, uma igreja de mil anos, onde foi realizado o funeral de Diana.

O gabinete do príncipe, o Clarence House, disse que a cerimônia começará às 11h (horário local) e será conduzida pelo reitor de Westminster. Williams fará o casamento, enquanto o bispo de Londres, Richard Chartres, fará o pronunciamento, acrescentou o comunicado.

Dickie Arbiter, ex-assessor de imprensa da rainha Elizabeth, disse que Chartres tinha uma relação próxima com William.

Depois da cerimônia, o casal, ambos de 28 anos, voltará à carruagem para uma procissão até o palácio de Buckingham, onde a rainha Elizabeth terá uma recepção para os convidados.

À noite, o príncipe Charles realizará um jantar particular no palácio seguido de um baile para os amigos próximos e a famiília.

A Grã-Bretanha enfrenta duros cortes nos gastos públicos, e autoridades disseram que a família real e os Middletons pagarão pelos gastos da cerimônia, a recepção e a lua de mel.

Especialistas estimaram que o casamento dará um impulso de 1 bilhão de dólares à economia britânica, através da venda de souvenirs e o aumento em turismo.

O primeiro-ministro David Cameron confirmou que o dia 29 de abril será um feriado no país, e revelou que em 1981, ele acampou no The Mall na noite antes do casamento de Charles e Diana.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below