Obras de Gauguin estarão em grande leilão da Christie's

sexta-feira, 7 de janeiro de 2011 14:09 BRST
 

LONDRES (Reuters Life!) - A casa Christie's vai colocar à venda obras de arte no valor de 114-168 milhões de dólares (74-109 milhões de libras) em seu primeiro grande leilão de 2011, incluindo uma natureza-morta de Paul Gauguin criada em homenagem a seu amigo Vincent Van Gogh.

Vários recordes do mercado de arte foram derrubados em 2010, a despeito das preocupações com a fragilidade da economia mais ampla, e as estimativas para o leilão noturno de arte impressionista e moderna marcado para 9 de fevereiro são as segundas mais altas da história para um leilão equivalente da Christie's em Londres.

"2010 representou um marco para o mercado da arte, que assistiu a leilões e resultados recordes", disse Giovanna Bertazzoni, diretora de arte impressionista e moderna da Christie's Londres.

"Esses bons resultados foram impelidos pela demanda por trabalhos de arte impressionista ou moderna raros ou novos no mercado, trabalhos esses que representaram sete dos dez maiores preços pagos em leilões no ano passado. Seis deles foram superiores a 50 milhões de dólares", disse.

"A categoria continua a atrair novos colecionadores de mercados consolidados e também emergentes, entre os quais China e Rússia."

A maior atração da noite deve ser "Nature Morte à 'L'Esperance", da Gauguin, pintado em 1901 e sendo uma das quatro pinturas de girassóis feitas pelo artista naquele ano.

A tela foi exibida na retrospectiva de Gauguin feita em 1906 e em mais de 20 grandes exposições em museus desde então, mas não é vista em público desde 1989.

O leilão também terá quatro trabalhos da coleção do Instituto de Arte de Chicago, dos quais o principal é "Natureza Morta com Violão (Cortinas Vermelhas)", de Georges Braque, previsto para ser vendido por entre 3,5 e 5,5 milhões de libras.

A expectativa é que o leilão principal levante 55-81 milhões de libras e que as obras surrealistas que serão postas à venda na mesma noite rendam outros 19-28 milhões de libras. Entre elas estão telas de Rene Magritte e Salvador Dali.

Uma série de leilões diurnos de trabalhos menores, em 10 de fevereiro, teve seu valor estimado em 15-22 milhões de libras.

(Reportagem de Mike Collett-White)