Michael Douglas diz que tumor foi removido

terça-feira, 11 de janeiro de 2011 11:56 BRST
 

LOS ANGELES (Reuters) - O ator Michael Douglas, que revelou em agosto que tinha câncer na garganta, anunciou nesta segunda-feira que o tumor havia sido removido e as chances de que ele teria vencido o câncer eram boas.

Em uma entrevista ao telejornal e talk show matutino "Today", Douglas disse ao apresentador Matt Lauer, "eu me sinto bem, aliviado."

"O tumor se foi. Mas, você sabe, eu preciso fazer exames todo mês agora para manter. Acho que não é uma euforia total. Provavelmente terei alguns meses de exames. Mas tem sido uma viagem louca de seis meses", disse Douglas em uma transcrição da entrevista divulgada pela rede NBC.

Parte do segmento será exibido nexta terça-feira, e a entrevista inteira será transmitida no "Dateline NBC", no dia 23 de janeiro.

Lauer perguntou a Douglas sobre o peso que ganhou depois da radioterapia, e Douglas disse que estava "comendo como um porco". Ele está se exercitando na academia e até pretende participar de um novo filme, interpretando o famoso pianista Liberace, disse.

"Acho que eu o derrotei, considerando que o tumor se foi e pelo que eu conheço desse tipo de câncer", disse Douglas a Lauer.

Douglas, de 66 anos, surpreendeu o público em agosto quando anunciou que havia sido diagnosticado com um câncer na garganta em estágio IV, mas os médicos estavam otimistas sobre sua recuperação. Por ser um estágio de tumor avançado, no entanto, muitos fãs ficaram preocupados.

No programa "Today", Douglas disse a Lauer que perdeu mais de 14 quilos durante o tratamento, mas recentemente havia ganhado cerca de 5 quilos e meio. O ator disse que perdeu muita massa muscular e que a radioterapia prejudicou o funcionamento de seus dutos salivares por um tempo.

 
<p>Michael Douglas na estreia do filme "Wall Street: O Dinheiro Nunca Dorme" em Nova York. Douglas, que revelou em agosto que tinha c&acirc;ncer na garganta, anunciou nesta segunda-feira que o tumor havia sido removido e as chances de que ele teria vencido o c&acirc;ncer eram boas. 20/09/2010 REUTERS/Lucas Jackson/Arquivo</p>