Jamaica batiza aeroporto com nome do autor de 007

sexta-feira, 14 de janeiro de 2011 20:09 BRST
 

KINGSTON (Reuters) - A Jamaica inaugurou oficialmente nesta semana o Aeroporto Internacional Ian Fleming, em homenagem ao escritor -- "pai" do personagem James Bond -- que viveu na ilha caribenha.

O terceiro aeroporto internacional do país fica na costa norte, perto do balneário de Ocho Rios, e se destina a "turistas de luxo", segundo as autoridades.

Fleming escreveu livros do agente 007 na época em que vivia na Jamaica, e em várias de suas tramas citava o cenário exótico da ilha -- que ele chamava de "a mais antiga e mais romântica das ex-possessões britânicas."

"Ian Fleming fez uma contribuição à Jamaica e deu à Jamaica uma imagem muito maior do que teria tido, porque era aí que a adrenalina fluía; onde emergia a criatividade que o permitiu escrever 13 romances de James Bond", disse o primeiro-ministro Bruce Golding em nota.

O premiê agradeceu à família do escritor britânico por permitir o uso do nome dele no aeroporto, que fica num antigo aeródromo, próximo à propriedade Goldeneye, na paróquia de Saint Mary, onde Fleming viveu e escreveu nas décadas de 1950 e 60. O escritor morreu em 1964, na Grã-Bretanha.

Vários dos filmes feitos a partir dos seus livros também incluem cenas rodadas na Jamaica.

(Reportagem de Horace Helps)