Polícia investiga atriz Lindsay Lohan por roubo de colar

quarta-feira, 2 de fevereiro de 2011 17:14 BRST
 

LOS ANGELES (Reuters) - A polícia investiga a atriz Lindsay Lohan, de "Meninas Malvadas", pelo suposto roubo de um colar de 2.500 dólares de uma butique, mas a peça já foi devolvida, informou a polícia na quarta-feira.

O colar foi levado em 22 de janeiro de uma butique no bairro de Venice, de beira-mar, em Los Angeles, segundo a polícia.

De acordo com relatos da mídia, imagens das câmeras de segurança da loja mostram Lindsay Lohan usando o colar.

A polícia começou a investigar o furto, e na terça-feira detetives obtiveram um mandado para revistar a casa de Lohan em Venice, disse o Departamento de Polícia de Los Angeles em comunicado.

Contudo, antes de os investigadores chegarem para revistar a casa da atriz, o colar foi entregue em uma delegacia de polícia. A investigação seguirá adiante apesar da devolução.

Um advogado de Lindsay Lohan não retornou telefonemas pedindo declarações.

Lohan completou recentemente uma estadia no Centro Betty Ford, sua quinta internação em clínicas de reabilitação em três anos, pelo fato de ter sido reprovada em um exame de drogas enquanto estava em liberdade condicional, depois de ser condenada em 2007 por dirigir sob o efeito de drogas e álcool.

Uma briga em dezembro com uma funcionária do Betty Ford resultou em uma investigação policial, mas não foram registradas queixas criminais.

Nos últimos anos, a atriz de 24 anos, que ficou famosa ainda criança com o filme "Operação Cupido", tem visto sua carreira descarrilar.

Ela perdeu o papel principal que faria em um filme sobre a atriz pornô Linda Lovelace, dos anos 1970, devido a seus problemas pessoais.

(Reportagem de Alex Dobuzinskis)

 
<p>Atriz norte-americana teria roubado colar de 2.500 d&oacute;lares. 09/01/2011 REUTERS/Lucy Nicholson</p>