Morre o milionário Jean Paul Getty 3o, aos 54 anos

quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011 09:57 BRST
 

LOS ANGELES (Reuters Life!) - Jean Paul Getty 3o, cuja vida foi marcada por um sequestro e um trágico derrame que o deixou incapacitado, morreu em sua casa em Buckinghamshire, Inglaterra aos 54 anos de idade. Ele era neto do magnata do petróleo Jean Paul Getty,

Seu filho, o ator Balthazar Getty, disse em um comunicado divulgado em Los Angeles, na terça-feira, que o pai estava cercado pela família quando morreu, no sábado, dia 5.

"Nunca deixou que sua deficiência afetasse sua vida. Ele era uma inspiração para todos nós, mostrando-nos como enfrentar toda a adversidade. Vamos sentir terrivelmente a sua falta", disse Balthazar Getty.

Getty era chamado de "hippie de ouro" nas manchetes da mídia quando, ainda jovem, transitava no meio artístico e de ativistas. Ele passou parte de sua juventude em Roma, onde aos 16 anos, em 1973, foi sequestrado por um grupo que buscava o pagamento de resgate, em um crime que foi destaque na mídia do mundo todo.

Seu pai e o avô acreditaram inicialmente que a ação era uma brincadeira, por isso se recusaram a pagar resgate. Mas acabaram cedendo depois que os sequestradores cortaram a orelha direita do rapaz e a enviaram por correio para a família, com fotos dele nas quais se via o ferimento da mutilação.

Nascido em 5 de novembro de 1956, Getty era o mais velho de quatro filhos e um dos 14 netos de Jean Paul Getty, famoso por sua austeridade. Seu pai, Jean Paul Getty 2o se ocupou por algum tempo dos interesses petrolíferos da família na Itália.

Já adulto, Getty tentou ingressar nos negócios da família, mas ainda convivia com o trauma do sequestro. Ele se tornou usuário de drogas, incluindo cocaína e heroína, e em 1981 sofreu um ataque cardíaco que o deixou paralisado e praticamente cego.

Getty tinha dois filhos e seis netos.