Retorno de Eminem deve emocionar na cerimônia do Grammy

quinta-feira, 10 de fevereiro de 2011 17:20 BRST
 

LOS ANGELES (Reuters) - O rapper Eminem, que se curou de uma dependência de medicamentos, escreveu a receita para o sucesso na cerimônia do Grammy, no domingo.

O rapper de 38 anos, que passa por uma fase ótima depois de um álbum bem sucedido de volta por cima que relata a luta quase fatal contra a dependência química, lidera os candidatos aos prêmios mais importantes da indústria musical, com dez indicações.

Ele vai disputar troféus nas categorias-chave de melhor álbum, gravação e canção do ano, nenhuma das quais conquistou até hoje.

A julgar pela tradição, Eminem deve acrescentar várias estatuetas a sua estante já arqueada sob o peso de 11 Grammys, todos menos um por vitórias no campo do rap.

Os 12 mil nomes do setor da música que votam nos Grammy adoram premiar artistas que descrevem voltas por cima profissionais, especialmente nos casos em que superaram obstáculos pessoais no caminho, e Eminem satisfaz esses critérios.

O rapper, cujo nome real é Marshall Mathers, passou quase cinco anos entre um álbum gravado em estúdio e outro. Boa parte desse tempo foi vivido em sua casa em Detroit, lutando contra sua dependência de medicamentos. Em 2007 ele quase morreu de overdose de metadona.

Eminem voltou à atenção da mídia em 2009, por "Relapse", que lhe deu dois Grammys, e em junho do ano passado lançou "Recovery", no qual relata seu mergulho na loucura, a perda de sua auto-estima e a luta contra fases de perda de inspiração criativa.