Consumidores preveem influência anos 70 na Semana de Moda de NY

quinta-feira, 10 de fevereiro de 2011 18:00 BRST
 

Por Michelle Nichols

NOVA YORK (Reuters) - Cores quentes, estilos refinados e minimalismo típico dos anos 1970 são tendências prováveis na Semana de Moda de Nova York, dizem compradores de lojas de departamento dos Estados Unidos à procura de roupas para seduzir consumidores cautelosos em meio à recuperação econômica frágil.

Os norte-americanos estão comprando mais, porém continuam cautelosos após a pior crise financeira em décadas, disseram compradores das lojas de departamento Barneys, Neiman Marcus e Nordstrom.

A alta dos preços das commodities, especialmente do algodão, provavelmente vai se refletir em custos mais altos das roupas neste ano, disseram especialistas.

A Semana de Moda de Nova York começou na quinta-feira, e 89 estilistas vão expor suas coleções de outono/inverno 2011. Em seguida haverá as semanas da moda de Londres, Paris e Milão.

Os gastos dos consumidores, responsáveis por 70 por cento da economia norte-americana, ainda não se recuperaram da crise, na medida em que o desemprego continua em 9 por cento e muitos enfrentam dívidas pessoais altas.

Mas, muitos consumidores estão preparados para gastar outra vez, disse a vice-presidente executiva da consultoria de moda varejista Tobe, Catherine Moellering.

"A noção de demanda reprimida é real, e os consumidores sentem que merecem comprar. Eles andam se contendo, e agora estão prontos para sair às compras."

Entre as tendências que os compradores preveem ver nas passarelas de Nova York na próxima semana estão calças longas de cintura alta, saias pregueadas até o joelho ou abaixo do joelho, e tecidos de noite, como veludo e cetim de seda, usados durante o dia.   Continuação...