"Hannah Montana" destruiu família Cyrus, diz pai de atriz

terça-feira, 15 de fevereiro de 2011 19:48 BRST
 

LOS ANGELES (Reuters) - O pai da estrela adolescente Miley Cyrus disse que o programa de TV "Hannah Montana", que fez de sua filha um ídolo mundial, na verdade destruiu sua família e fez com que a garota saísse de controle.

O cantor country Billy Ray Cyrus afirmou temer por Miley, de 18 anos, após uma série de escândalos, inclusive um vídeo do ano passado em que ela aparecia alterada depois de fumar sálvia. Ele preferia que Miley nunca tivesse encarnado a personagem Hannah Montana.

"Esse maldito programa destruiu a minha família", disse Cyrus à edição de março da revista GQ. "Eu voltaria atrás em um segundo. Para que minha família estivesse aqui e todo mundo estivesse bem, seguro, são, feliz e normal, seria fantástico. Droga, é mesmo. Eu apagaria tudo isso em um segundo se pudesse."

Cyrus, de 49 anos, interpretava o pai da menina no programa da Disney, sobre uma adolescente normal que à noite se tornava uma estrela da música. O programa foi lançado em 2006 e ficou quatro temporadas no ar, até janeiro de 2011.

Em outubro do ano passado, Cyrus pediu o divórcio da sua mulher, Tish, com quem passou 17 anos casado.

Ele comparou a atual situação da sua filha a celebridades como Kurt Cobain, Anna Nicole Smith e Michael Jackson, todos eles mortos em circunstâncias trágicas.

"Estou assustado por ela", disse Cyrus. "Ela tem ao seu redor muita gente colocando-a em bastante perigo. Sei que ela tem 18 anos, mas ainda sinto, como seu pai, que eu gostaria de tentar ajudá-la. Cuidar dela só um pouquinho, pelo menos para tirá-la do perigo."

"Eu quero que ela fique abrigada da tempestade. Pare a insanidade por um minuto. Quando você passa pelo que ela passou, isso lhe dá umas porradas."

(Reportagem de Jill Serjeant)

 
<p>Miley Cyrus posa para foto no Grammy Awards em Los Angeles, 13 de fevereiro 2011. REUTERS/Danny Moloshok</p>