Mickey Rooney pede proteção após maus-tratos de enteado

quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011 10:12 BRST
 

LOS ANGELES (Reuters) - Um advogado de Los Angeles foi encarregado dos assuntos jurídicos do ator veterano Mickey Rooney, depois de alegações de que ele estaria sendo maltratado por seu enteado e temia ser sequestrado.

Christopher Aber, de 52 anos, recebeu ordens na segunda-feira para ficar pelo menos a 90 metros de distância de Rooney, de 90 anos, e de sua casa em Los Angeles. Aber é filho da oitava esposa de Rooney, Jan.

Um advogado local recebeu poderes temporários de proteção de Rooney e sua propriedade, a pedido do ator, segundo decisão de um juiz do Tribunal Superior de Los Angeles.

Documentos do tribunal revelaram que Aber é um visitante frequente mas imprevisível, e Rooney, que foi amigo próximo de Judy Garland e contracenou com a atriz nos filmes de Andy Hardy, se esconde em seu quarto para evitar o encontro com o enteado.

"Ele ameaça, intimida, provoca e assedia Mickey", segundo documentos que apoiam a ordem de o manter a distância. "Mickey é efetivamente um prisioneiro em sua casa."

"Chris bloqueou o acesso de Mickey à sua correspondência e não dá a Mickey qualquer informação sobre suas finanças, apenas dizendo que ele está falido."

"Mickey tem muito medo de que Chris começará a ameaçá-lo fisicamente e possa tentar sequestrá-lo", acrescentaram os documentos.

Aber também recebeu ordens para ficar longe de seu irmão, Mark Aber, e sua ex-cunhada, que vivem na casa de Rooney.

(Reportagem de Jill Serjeant)

 
<p>Mickey Rooney e sua ent&atilde;o esposa Jan no Oscars, em 2009. Um advogado de Los Angeles foi encarregado dos assuntos jur&iacute;dicos do ator, depois de alega&ccedil;&otilde;es de que ele estaria sendo maltratado por seu enteado e temia ser sequestrado. 22/02/2009 REUTERS/Lucas Jackson</p>