LA Times detalha rompimento entre Mel Gibson e Grigorieva

quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011 18:26 BRST
 

LOS ANGELES (Reuters) - Pouco é sabido publicamente sobre o desentendimento entre Mel Gibson e sua ex-namorada além das frases racistas e sexistas ouvidas no ano passado na Internet, mas novos detalhes vieram à luz um dia depois de a polícia concluir uma investigação longa sobre o assunto.

O jornal Los Angeles Times publicou na quinta-feira o que disse serem e-mails, mensagens de texto, anotações de advogados e informações de documentos legais trocados pelo astro de "Coração Valente" e Oksana Grigorieva, mãe da filha bebê de Gibson, além de advogados que representam as duas partes na separação longa e litigiosa.

Estão em jogo na separação milhões de dólares, possíveis acusações criminais de abuso e extorsão, e o prejuízo ainda maior à carreira de Gibson, que no passado incluiu grandes bilheterias e a maior honra de Hollywood, o Oscar.

Gibson e Grigorieva anunciaram sua separação em abril do ano passado, e o que se seguiu foram meses de acusações que resultaram em manchetes na mídia.

Ela afirmou que Gibson bateu nela e quebrou seus dentes. Ele pediu à polícia que investigasse a possibilidade de ela o estar chantageando, gravando em segredo um telefonema entre os dois em que ele usou um epíteto racial e fez comentários sexistas.

Quando fitas de áudio do telefonema apareceram no site de notícias sobre celebridades Radaronline.com em julho de 2010, elas de fato prejudicaram Gibson, num momento em que ele tentava dar a volta por cima depois das declarações antissemitas que fez em 2006 quando foi detido por dirigir embriagado.

Embora Gibson nunca tenha admitido que a voz ouvida na fita é sua, acredita-se amplamente que seja. Gibson tampouco negou que fosse sua. Na realidade, nem ele nem seus representantes jamais comentaram o assunto publicamente.

Na "revisão" que fez dos materiais, o Los Angeles Times pintou um retrato de duas pessoas que, ao mesmo tempo em que seus advogados discutem uma separação envolvendo 20 milhões de dólares, ainda se telefonavam e trocavam mensagens de texto.

"Você não telefona. Não aceita meu convite de vir aqui. Você distribui fitas e prejudica a todos nós", teria dito Gibson a Grigorieva em mensagem de texto, no mesmo dia em que seus advogados teriam oferecido a ela um acordo no valor de 18 milhões de dólares, segundo o jornal.   Continuação...

 
<p>Membro do elenco, Mel Gibson e Oksana Grigorieva chegam &agrave; estr&eacute;ia do filme "Edge of Darkness" em Los Angeles, em 26 de janeiro de 2010. REUTERS/Phil McCarten</p>