24 de Fevereiro de 2011 / às 15:23 / 6 anos atrás

Dos Beatles ao balé: McCartney compõe música para dança

<p>Paul McCartney no Hollywood Bowl em Los Angeles. O cantor passou dos Beatles para o bal&eacute;: ele est&aacute; dando os retoques finais &agrave; sua primeira partitura orquestral original para dan&ccedil;a. 30/04/2010Mario Anzuoni/Arquivo</p>

LONDRES (Reuters Life!) - Paul McCartney passou dos Beatles para o balé: ele está dando os retoques finais à sua primeira partitura orquestral original para dança.

O ex-Beatle anunciou nesta quinta-feira que está colaborando com Peter Martins, mestre do Balé da Cidade de Nova York, na criação de uma obra nova que a companhia vai estrear em 22 de setembro.

"Sempre me interesso por novos rumos, coisas com as quais não trabalhei antes", disse McCartney em seu site na Internet.

"Fiquei interessadíssimo na ideia. Quando voltei para a Inglaterra, depois de me reunir com Peter, comecei a compor, e agora estou nos estágios finais da partitura orquestral."

McCartney disse que esse tipo de trabalho de composição difere muito da composição de canções, porque é um exercício mais abstrato de expressão de emoção pura. "Você tem medo, amor, raiva, tristeza com os quais mexer, e achei isso altamente instigante e desafiador", afirmou.

Martins e McCartney se conheceram em um evento de gala da Escola de Balé Americano no inverno de 2010 e começaram a discutir a possibilidade de trabalhar juntos sobre um balé.

"Como o resto de minha geração, cresci como fã enorme dos Beatles, então fiquei muito emocionado de conhecer Paul McCartney", disse Martins.

"Depois de conhecê-lo um pouco, e ciente do enorme gosto que ele tem em compor música clássica, perguntei se ele estaria interessado em criar algo para o Balé da Cidade de Nova York, e estou extasiado porque ele concordou em compor para nós."

De acordo com o New York Times, a nova obra é uma história de amor intitulada "Ocean's Kingdom".

McCartney disse ao jornal que é "basicamente uma história romântica" envolvendo dois mundos: o reino do oceano, que representa a pureza, e o reino da terra, habitado por "gente do mal, por assim dizer".

Paul McCartney, 68 anos, é um dos compositores mais bem-sucedidos na história da música pop, especialmente em função de sua participação nos Beatles. Desde que a banda se desfez ele passou a diversificar sua atuação, e em 1991 lançou-se na composição de música clássica com "Liverpool Oratorio".

Reportagem de Mike Collett-White

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below