25 de Fevereiro de 2011 / às 15:02 / 7 anos atrás

Casal real britânico visita a universidade onde se conheceu

<p>O pr&iacute;ncipe William e sua noiva Kate Middleton sorriem durante visita &agrave; St. Andrews University em Fife, Esc&oacute;cia, 25 de fevereiro de 2011. REUTERS/Danny Lawson/Pool</p>

Por Toby Melville

ST ANDREWS, Escócia (Reuters) - O príncipe britânico William e sua noiva, Kate Middleton, realizaram nesta sexta-feira uma visita oficial à universidade de St Andrews, onde se conheceram e se apaixonaram, na costa leste da Escócia.

Foi na universidade pitoresca que eles se conheceram em 2001, quando ambos estudavam história da arte. Depois disso, dividiram uma casa nos arredores da cidade, e seu amor cresceu.

Dez anos depois, os dois formam um dos casais mais famosos do mundo e cada passo que dão é acompanhado pela mídia internacional, enquanto são feitos os preparativos para seu casamento, em 29 de abril na abadia de Westminster, em Londres.

“Este é um momento muito especial para Catherine e para mim”, disse o príncipe em um pronunciamento rápido. “É como uma volta para casa.”

Middleton cumprimentou centenas de admiradores que foram às ruas para ver o casal.

A visita desta sexta-feira, para celebrar o 600 aniversário da universidade, acontece após o primeiro compromisso oficial dos dois como casal, na quinta-feira, quando a aparência de Middleton foi elogiada pela mídia britânica, obcecada pela realeza.

“Kate é o máximo”, foi a manchete do tablóide The Daily Mirror, cuja repórter que cobre a família real, Victoria Murphy, escreveu que “a glamurosa Kate Middleton brilhou em seu primeiro compromisso oficial”.

Mais tarde, Kate e William iriam a Londres para assinar um livro de condolências colocado na seda da Alta Comissão da Nova Zelândia em homenagem aos mortos no terremoto recente.

A avó de William, a rainha Elizabeth, ocupa o cargo simbólico de monarca da Nova Zelândia, pelo fato de esse país fazer parte da Comunidade Britânica.

Depois de o casal ter passado vários meses de relativo anonimato na ilha galesa de Anglesey, as visitas desta semana vão ajudar a preparar Middleton, de 29 anos, para a vida que terá como esposa do príncipe e, algum dia, rainha.

Segundo na linha de sucessão ao trono britânico, William é patrono do Apelo do 600 Aniversário, que visa levantar 100 milhões de libras (160 milhões de dólares) para garantir o futuro da Universidade de St Andrews e financiar bolsas de estudo para torná-la acessível a todos, “independentemente de sua origem ou suas circunstâncias de vida”.

St Andrews tem fama de ser a “maior universidade casamenteira” da Grã-Bretanha - um em cada dez de seus alunos conhece seus futuros cônjuges ali, ao que consta.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below