March 2, 2011 / 8:28 PM / 6 years ago

Juiz proíbe Charlie Sheen de se aproximar de filhos e ex-mulher

4 Min, DE LEITURA

NOVA YORK (Reuters) - A turbulência na vida de Charlie Sheen intensificou-se na quarta-feira quando um juiz ordenou a retirada de seus dois filhos de sua casa, depois de sua ex-esposa obter um mandado judicial ordenando que Sheen se mantenha afastado dela, dizendo que ele a ameaçou.

O astro de "Two and a Half Men" disse a repórteres que não sabia para onde foram levados seus gêmeos de quase 2 anos de idade, Bob e Max, na noite de terça-feira, depois de sua ex-mulher, Brooke Mueller, ter obtido um mandado judicial provisório que o obriga a manter distância.

O ator, que passa por uma fase turbulenta, parecia estar em controle de si mesmo no programa de entrevistas "Today", na quarta-feira, formando um contraste com suas diatribes públicas iradas dos últimos dias, em que ele acusou os criadores de sua sitcom de sucesso na TV de ter errado ao suspender a produção do programa pelo restante da temporada atual.

"Não sei onde estão meus filhos, mas não estou em pânico", disse Sheen no "Today." "A questão aqui não são as emoções, não é o ego. O importante é ficar muito focado."

A rede de TV CBS e a produtora da sitcom, Warner Bros Television, deixaram de filmar "Two and a Half Men" na semana passada, depois de Sheen ter feito discursos públicos, repletos de palavrões, contra o criador do programa, Chuck Lorre.

Suas diatribes se seguiram a mais de um ano de relatos sobre seu estilo de vida desvairado, repleto de farras, fases em reabilitação, internações hospitalares e problemas com a justiça.

Na noite de terça-feira, um juiz da Califórnia emitiu um mandado que proíbe Sheen de chegar a menos de 100 metros de distância de Mueller e dos filhos do casal.

Na ordem, uma cópia da qual foi postada no site de celebridades TMZ.com, Mueller afirma que esta semana Sheen disse a ela: "Vou cortar sua cabeça, colocar em uma caixa e mandar para sua mãe."

Mueller também alega que na semana passada Sheen ameaçou apunhalá-la com um canivete, cuspiu sobre seus pés e lhe deu um soco no braço.

Sheen disse ao "Today" que quando seus filhos foram tirados de sua casa, "fiquei muito calmo e focado... não resisti, porque não pretendo resistir à lei e tive que me render."

Mueller e Sheen estão separados desde dezembro de 2009, quando o ator foi preso em Aspen, no Colorado, acusado de agredi-la durante uma discussão que tiveram no dia de Natal.

Em agosto de 2010, ele se confessou culpado de agressão e foi instruído a passar 30 dias em uma clínica de reabilitação na Califórnia.

Pelos termos do acordo de divórcio, divulgados em fevereiro, Mueller terá a guarda física primária dos filhos e Sheen pagará 55 mil dólares mensais de pensão alimentícia aos filhos.

Reportagem de Christine Kearney

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below