2 de Março de 2011 / às 21:36 / 6 anos atrás

Pivô de escândalo italiano, Ruby é estrela de baile em Viena

Por Sylvia Westall

VIENA (Reuters) - A dançarina que protagoniza o escândalo sexual envolvendo o primeiro-ministro italiano, Silvio Berlusconi, disse na quarta-feira que espera deixar esse caso de lado e se divertir na qualidade de convidada especial do famoso Baile da Ópera de Viena.

A marroquina Karima el Mahroug, de 18 anos, conhecida pelo nome artístico de Ruby Rubacuori (Ruby Rouba-Corações), chegará ao baile de quinta-feira à noite de braços dados com Richard Lugner, magnata da construção vienense e figura conhecida nos círculos sociais.

Ruby se tornou o foco de uma investigação que levará Berlusconi a ser julgado em abril sob a acusação de ter contratado a moça como prostituta quando ela era menor de idade e de cometer abuso de poder para tirá-la da prisão quando ela foi detida por um furto.

"Espero que as pessoas sejam capazes de reagirem a mim quando me encontrarem, e não como a 'Ruby do escândalo'", disse ela numa entrevista coletiva em que constantemente afastava o longo cabelo castanho do rosto.

"Eu só sei dança do ventre, eu não sei dançar valsa, mas vou tentar e vou dançar com os outros, aprende-se muito desse jeito", afirmou ela.

Vestida com uma saia de seda preta e casaco de pele, que mais tarde tirou para revelar um top branco decotado, Ruby parecia confiante e pronta para enfrentar perguntas sobre Berlusconi e seu passado, dizendo que ela não tinha feito nada de errado.

A dançarina já declarou à imprensa que foi a três festas na residência de Berlusconi, que ela descreveu como "jantares normais", com muitas risadas, comidas e brincadeiras.

Ela nega ter tido relações sexuais com o premiê, mas admitiu que ela lhe deu 7 mil euros (quase 10 mil dólares) para ajudá-la a resolver problemas financeiros.

"Eu tive o azar de crescer sem uma família que me protegesse. Precisei crescer rapidamente", disse ela em Viena.

Lugner, um excêntrico colunável de Viena, a cada ano convida uma celebridade para acompanhá-lo ao suntuoso evento, ponto alto da temporada vienense de bailes.

Paris Hilton, Dita von Teese e Sophia Loren já o acompanharam no passado, enquanto as atrizes Lindsay Lohan e Bo Derek o esnobaram.

Lugner referiu-se a Ruby como "uma menina muito simpática e bonita", que foi "pontual" e "fácil de cuidar." Vestido com um terno cinza risca de giz, ele beijou a mão dela na frente das câmeras.

A imprensa austríaca relata que Lugner estaria pagando 40 mil euros pela companhia de Ruby.

Questionada sobre as semelhanças entre Lugner e Berlusconi, Ruby disse: "Ambos são homens maravilhosos, mas eu realmente não quero compará-los."

Nem todos ficaram contentes com o convite a Ruby. Desiree Treichl-Stuergkh, organizadora do baile, disse que foi "o maior constrangimento que o senhor Lugner já criou."

"É triste, vergonhoso e irreverente", disse ela à imprensa austríaca, acrescentando que sentiu pena de Ruby. "Ela é uma vítima que aproveitou ao máximo o seu trágico destino."

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below