ESTREIA-Comédia "Esposa de Mentirinha" tem Aniston e Sandler

quinta-feira, 3 de março de 2011 09:12 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - A primeira impressão ao assistir "Esposa de Mentirinha" é a de se tratar de uma ação entre amigos, em que atores, roteiristas, produtores e o próprio diretor são velhos conhecidos que se juntaram para divertir o público e a si mesmos. Primeira e última impressão, aliás, tendo em vista a calorosa química do elenco, as improvisações bem-humoradas no roteiro e, claro, a ficha corrida dos participantes da produção.

Para começar, os protagonistas, Adam Sandler (de "Gente Grande") e Jennifer Aniston (de "Caçador de Recompensas" e a eterna Rachel de "Friends"), são amigos há mais de 20 anos, tal como o diretor Dennis Dugan, companheiro de Sandler em outras empreitadas como "O Paizão", "Zohan" e "Um Maluco no Golfe". Na patota ainda há Heather Parry, que assina a produção do filme com Sandler - com quem trabalhou em "Golpe Baixo" -, e o roteirista Allan Loeb, que escreveu "Coincidências do Amor", protagonizado por Jennifer. Enfim, tudo em família.

Com o raciocínio de que "às vezes você precisa de uma garota para conquistar uma garota", o filme é baseado numa peça de teatro francesa chamada "Flor de Cactos", de Pierre Barillet e Jean-Pierre Grédy. Sucesso em seu país de origem, a peça mais tarde foi levada à Broadway por I. A. L. Diamond (colaborador de Billy Wilder em "Quanto Mais Quente Melhor"), com igual sucesso.

No entanto, a história só foi mundialmente conhecida, quando levada, em 1969, às telas pelo diretor Gene Saks (do memorável "Um Estranho Casal"), em "Flor de Cactus", que foi protagonizado por Walter Matthau, Ingrid Bergman e Goldie Hawn (que recebeu o Oscar e o Globo de Ouro de Melhor Atriz Coadjuvante, em 1970, pelo papel). "Esposa de Mentirinha" baseia-se nesta última versão.

Com tantas adaptações, o enredo mudou mas há similaridades: Danny (Sandler) é um cirurgião plástico que, depois de ser desprezado por sua noiva quando era um rapaz feio, muda de visual e passa a ser um mulherengo canalha. Em suas conquistas, ele percebe que as mulheres tendem a ceder a homens casados, maltratados pelas esposas megeras e à beira do divórcio.

Por isso, o rapaz anda para todos os lugares com uma aliança falsa para usar em seus golpes. Porém, quando Danny conhece Palmer (a modelo Brooklyn Decker), e por ela se apaixona, deve encontrar uma esposa de mentira para não passar por mentiroso.

É nesse contexto que entram em cena Katherine (Jennifer Aniston), assistente do cirurgião, divorciada, com dois filhos, a performática Maggie (Bailee Madison, de "Entre Irmãos") e o manipulador Michael (Griffin Gluck). Os confrontos do quinteto darão sabor ao filme.

A produção conta ainda com a participação especial de Nicole Kidman, do comediante Nick Swardson (um dos aloprados de "Reno 911!: Miami") e do músico Dave Matthews, como amigos dos protagonistas.

Embora a história seja uma coleção de lugares comuns e previsível desde o início, a maior qualidade de "Esposa de Mentirinha" está nos diálogos e nas situações em que os personagens são jogados. Mas, sem dúvida, trata-se do humor costumeiro de Sandler, com suas flatulências e insinuações sexuais, e de Aniston, com suas frases prontas e sarcasmo light.   Continuação...

 
<p>Jennifer Aniston na estreia do filme "Esposa de Mentirinha" em Berlim, na Alemanha. O filme estreia nesse final de semana em circuito nacional. 21/02/2010 REUTERS/Thomas Peter</p>