Morre o baterista de jazz Joe Morello

segunda-feira, 14 de março de 2011 16:42 BRT
 

LONDRES (Reuters) - O célebre baterista de jazz Joe Morello, conhecido principalmente por seu trabalho com o Quarteto Dave Brubeck nos anos 1950 e 1960, morreu aos 82 anos.

Seu falecimento, no sábado, foi anunciado em seu site na Internet, joemorello.net, e o New York Times disse que o baterista morreu em sua casa em Irvington, Nova Jersey. A causa da morte não foi informada.

"Seu impacto sobre o mundo da música e sobre todos aqueles cujas vidas ele tocou vai continuar para sempre", diz uma mensagem em seu site.

De acordo com sua biografia online, Morello, que teve problemas de visão desde que nasceu, começou sua vida musical aprendendo a tocar violino, mas, ao ouvir seu ídolo, Jascha Heifetz, tocar, decidiu que nunca conseguiria alcançar o mesmo nível e então passou a tocar bateria.

Ele tocou em tudo, desde casamentos até marchas militares, antes de juntar-se ao Quarteto Dave Brubeck em 1955, inicialmente para uma turnê de dois meses.

Essa colaboração acabou se estendendo por mais de 12 anos, durante os quais Morello comprovou sua habilidade em lidar com os ritmos difíceis que Brubeck apreciava.

Ela incluiu "Take Five", uma composição em 5/4 que tornou-se o single de maior sucesso do jazz, segundo o New York Times.

Essa música, além de faixas como "Kathy's Waltz" e "Strange Meadow Lark", constam do álbum mais famoso de Brubeck, "Time Out", lançado em 1959.

Depois de o quarteto se desfazer, em 1967, Morello ensinou bateria, deu palestras e fez apresentações solo. Mais tarde, também se apresentou com sua própria banda na região de Nova York.

Joe Morello tocou em mais de 120 álbuns e CDs, cerca de metade dos quais com o Quarteto Dave Brubeck.

(Reportagem de Mike Collett-White)