SAIBA MAIS-Morre a estrela de cinema Elizabeth Taylor

quarta-feira, 23 de março de 2011 12:14 BRT
 

(Reuters) - A duas vezes premiada com o Oscar Elizabeth Taylor, uma das superestrelas mais glamurosas de Hollywood, morreu. Ela tinha 79 anos.

Veja algumas informações sobre a atriz, que atuou em cerca de 55 filmes e seis filmes feitos para a televisão, além de participações em programas de TV do horário nobre e trabalhos de dublagem.

CARREIRA NO CINEMA:

*Pouco depois de completar 10 anos de idade ela conseguiu o papel principal no filme "Lassie", de 1942. Mas talvez seja mais recordada por sua atuação, dois anos mais tarde, em "A Mocidade É Assim Mesmo", sobre o amor de uma menina por um cavalo.

*Depois de fazer uma série de papéis do tipo "a menina da casa ao lado", o primeiro indício de seu potencial dramático foi vislumbrado em "Um Lugar ao Sol" (1950).

*Ela confirmou seu talento em 1958 quando representou Maggie em "Gata em Teto de Zinco Quente", baseado na peça de Tennessee Williams. O filme foi concluído semanas apenas após a morte em um desastre aéreo de seu terceiro marido, o rico produtor de cinema Mike Todd.

*O talento de atriz de Elizabeth Taylor só foi reconhecido de fato quando ela estava na casa dos 30 anos e recebeu dois Oscar da Academia -- o primeiro em 1960 pelo papel de garota de programa em "Disque Butterfield 8" e o segundo em 1967 pelo papel de uma esposa alcoólatra em "Quem Tem Medo de Virginia Woolf?", baseado na peça de Edward Albee.

*Sua carreira no cinema prosperou, e em 1961 ela recebeu 1 milhão de dólares pelo papel-título do malfadado "Cleópatra".

*Como a personagem do filme, que tem um caso tórrido com Marco Antonio, Elizabeth Taylor teve um amor tórrido com o intérprete deste -- Richard Burton, ator galês com formação teatral clássica.   Continuação...

 
<p>A jovem Elizabeth Taylor &eacute; vista em foto de publicidade sem data. Elizabeth Taylor, duas vezes premiada com o Oscar e uma das superestrelas mais glamurosas de Hollywood, morreu aos 79 anos. 23/03/2011 REUTERS/Divulga&ccedil;&atilde;o</p>