Presidente russo recebe seus ídolos da banda Deep Purple

quarta-feira, 23 de março de 2011 18:07 BRT
 

MOSCOU (Reuters) - O presidente russo, Dmitry Medvedev, fã ardente do rock britânico, viu um desejo seu se realizar na noite de terça-feira quando recebeu a banda Deep Purple em sua residência luxuosa próxima a Moscou, informou o Kremlin.

Trajando jeans e jaqueta preta, Medvedev, 45 anos, tomou chá com os ídolos do rock cuja trajetória acompanha desde que era menino e ouvia a banda em seu pequeno apartamento em São Petersburgo, então atrás da cortina de ferro da União Soviética.

"É claro que, quando comecei a ouvir o Deep Purple, eu não podia imaginar que um dia estaria sentado a uma mesa com vocês, deste jeito", ele disse à banda, segundo a agência de notícias Interfax.

Os músicos veteranos, alguns com óculos de sol e cabelos compridos, presentearam o chefe do Kremlin com um par de baquetas antes de partirem para fazer um concerto na capital russa.

Medvedev teve seu primeiro encontro pessoal com o Deep Purple em 2008, semanas antes de ser levado ao Kremlin por seu mentor, o então presidente e atual primeiro-ministro Vladimir Putin, em um show para comemorar os 15 anos da estatal russa Gazprom.

Quando Medvedev chegou para saudar seus convidados, tocou uma das canções deles em um gravador cassete antigo, ganhando aplausos da banda. O vocalista Ian Gillan brincou, dizendo que sempre pensara que presidentes fossem velhos, o que não é o caso de Medvedev.

Ilya, o filho de 15 anos de Medvedev, tocou guitarra com a banda, segundo a agência de notícias estatal RIA.

Diferentemente de Putin, que já afirmou preferir canções patrióticas russas, Medvedev, que se descreve como reformista, é um fã do rock. No ano passado ele teve um encontro com Bono, o vocalista do U2, em Sochi, cidade turística às margens do Mar Negro.

(Reportagem de Alexei Anishchuk)