Filme "Batalha de Los Angeles" lidera as bilheterias mundiais

segunda-feira, 28 de março de 2011 14:51 BRT
 

Por Frank Segers

LOS ANGELES, 28 de março (Hollywood Reporter) - O filme "Invasão do Mundo: Batalha de Los Angeles" liderou as bilheterias internacionais pelo segundo final de semana neste domingo, impulsionado pelas vendas na China.

A fantástica produção com efeitos especiais sobre fuzileiros norte-americanos que enfrentam uma invasão alienígena conseguiu quase metade de sua arrecadação total do final de semana de suas bilheterias na China. Foram 16,2 milhões de dólares em 55 países, sendo que a contribuição da China foi de 7,4 milhões de dólares.

"Batalha de Los Angeles" também estreou em primeiro lugar na Venezuela, Nova Zelândia e Vietnã. O filme acumulou 79,5 milhões de dólares desde que estreou nos cinemas mundiais em 9 de março, enquanto a China contribuiu com 24 milhões de dólares.

A animação de Johnny Depp "Rango" ficou em segundo lugar, com 15,5 milhões de dólares em 55 países. O filme arrecadou 3,3 milhões de dólares na França, onde o ator vive, e estreou em primeiro lugar no país. O total acumulado internacionalmente para o filme é de 94 milhões de dólares.

"Esposa de Menitirinha", com Adam Sandler e Jennifer Aniston, assumiu o terceiro lugar com 9,1 milhões de dólares em 37 países. A comédia estreou na Rússia em primeiro lugar, com 4,7 milhões de dólares.

O quarto lugar ficou para o suspense de ação e fantasia "Sucker Punch" de Zack Snyder, em 23 países, apesar de ficar em segundo lugar na América do Norte.

O suspense com romance de Matt Damon "Os Agentes do Destino" ficou em quinto lugar, com 5,6 milhões de dólares em 44 países.

Embora as condições estejam melhorando no Japão, a situação ainda é precária para distribuidoras de produções internacionais. Segundo informações locais, cerca de 40 a 50 cinemas no norte do Japão e na região metropolitana de Tóquio estavam fechadas no final de semana.

 
<p>Ator Aaron Eckhart na estreia de e "Invas&atilde;o do Mundo: Batalha de Los Angeles", em Los Angeles. 08/03/2011 REUTERS/Mario Anzuoni</p>