Reino mágico da Disney chega à China

sexta-feira, 8 de abril de 2011 12:02 BRT
 

Por Melanie Lee

XANGAI (Reuters) - A Walt Disney anunciou nesta sexta-feira a construção de seu longamente aguardado parque temático Disneyland Xangai, apostando em sua marca global e atrações de contos de fadas para atrair milhões de visitantes chineses e reforçar seus lucros na região.

Mickey e Minnie, trajando roupas chinesas tradicionais, subiram ao palco ao lado de Cinderella e Branca de Neve para lançar um parque em estilo Reino Mágico, mas adaptado especificamente para a China.

O primeiro parque temático da Disney na China continental, terceiro da empresa na Ásia, vai custar 24,5 bilhões de yuans (3,7 bilhões de dólares). Serão construídos hotéis, atrações de entretenimento adicionais e lojas de varejo ao custo de 4,5 bilhões de yuans (687.825 dólares).

Há anos a Disney se interessa em construir em Xangai, capital financeira da China e cidade rica de 22 milhões de habitantes cercada pelo próspero delta do rio Yangtze, onde vivem dezenas de milhões de outros visitantes potenciais.

"Hoje é um dia muito especial na história da Walt Disney", disse em coletiva de imprensa Robert Iger, executivo-chefe da Walt Disney Company.

"Há muitos anos a Disney tem uma afinidade grande com a China e se interessa em compartilhar seus grandes produtos e serviços com a população chinesa", disse.

A Disneyland de Xangai vai cobrir uma área de 3,9 quilômetros quadrados, terá o maior castelo de contos de fadas Disney do mundo e um enorme lago de 405 mil metros quadrados. O resort inteiro vai incluir dois hotéis temáticos Disney, áreas de recreação ao ar livre e um grande complexo de entretenimento, varejo e alimentação.

"Quando as pessoas vierem ao parque, queremos que digam 'uau, veja esse castelo enorme'", disse Iger, aludindo ao elemento principal do parque.   Continuação...

 
<p>Dan&ccedil;arinos se apresentam durante a cerim&ocirc;nia de inaugura&ccedil;&atilde;o da Disneyl&acirc;ndia de Xangai, em Pudong. 08/04/2011 REUTERS/Aly Song</p>