Cocaína fazia parte dos orçamentos de filmes, diz Dennis Quaid

terça-feira, 12 de abril de 2011 12:47 BRT
 

LOS ANGELES (Reuters) - O ator Dennis Quais diz que seu maior erro foi tornar-se dependente de cocaína, mas que a droga era tão onipresente em Hollywood na década de 1980 que era incluída nos orçamentos de filmes.

Em um artigo na revista Newsweek intitulado "My Favorite Mistake" (Meu erro favorito), Quaid, de 57 anos, disse que começou a usar cocaína quando deixou a faculdade e foi trabalhar em Los Angeles, em 1974.

"A cocaína chegava a ser incluída nos orçamentos dos filmes, levemente disfarçada. Era dinheiro para despesas pequenas, sabe? Basicamente, era fornecida nos sets de filmagem porque todo o mundo a consumia. As pessoas faziam tratos. Em lugar de tomar um coquetel, você cheirava uma carreira," escreveu Quaid.

No final dos anos 1980, quando estava fazendo um de seus filmes mais aclamados, "Acerto de Contas," Quaid estava tão viciado em cocaína que só dormia uma hora por noite, ele contou.

"Eu tinha reputação de ser 'bad boy', o que parecia ser uma coisa boa, mas eu, basicamente, vivia chapado. Eu acordava, cheirava um pouco e jurava que não cheiraria mais pelo resto do dia. Mas então chegava até às 16h e eu estava de volta no mesmo caminho, como um esquilinho andando em uma daquelas esteiras."

Quaid livrou-se da dependência nos anos 1990 e atuou em filmes como "Operação Cupido" e "Ponto de Vista." Atualmente está sendo visto nos cinemas no filme "Soul Surfer," uma história verídica, representando o pai de uma garota que tem um braço arrancado por um tubarão.

Depois de ter sido casado com as atrizes P.J. Soles e Meg Ryan, ele está casado com a corretora imobiliária texana Kimberly Buffington, que teve gêmeos em 2007.

(Reportagem de Jill Serjeant)