April 22, 2011 / 7:33 PM / 6 years ago

Loja diz que não houve acordo com Lindsay Lohan sobre colar

3 Min, DE LEITURA

Por Alex Dobuzinskis

LOS ANGELES (Reuters) - A proprietária de uma joalheria de Los Angeles prestou depoimento, na sexta-feira, dizendo que Lindsay Lohan saiu de sua loja sem pagar por um colar de 2,5 mil dólares e que não houve acordo nenhum para que o pagamento fosse feito depois.

Sofia Kaman, proprietária da joalheria Kamofie & Co, disse numa audiência preliminar que no dia 22 de janeiro Lohan entrou na loja, experimentou um colar de ouro e saiu. Ela deu falta do colar 10 minutos depois da saída da atriz.

A promotora Danette Meyers perguntou: "Você algum dia fez um acordo com a ré, de que ela poderia entrar na sua loja, pegar a jóia e pagá-la depois?"

"Não", disse Kaman.

Lohan, de 24 anos, nega ter roubado o colar. Amigos falaram que a atriz de "Meninas Malvadas" acreditava que a jóia estava emprestada.

A audiência preliminar da sexta-feira foi a primeira oportunidade que o advogado de Lohan teve para apresentar sua versão da história e para os procuradores mostrarem evidências contra a atriz.

Agora, um juiz decidirá se a estrela deve ir a julgamento diante de um tribunal por uma acusação de furto maior e, se for condenada, poderá enfrentar até três anos de prisão.

O caso é o mais recente de uma série de problemas legais de Lohan, entrando e saindo de programas de reabilitação, da cadeia e dos tribunais desde 2007. Ela ficou sentada calmamente durante os procedimentos de sexta-feira, vestindo um casaco escuro, calças azuis e echarpe branca.

Ao ser questionado pelo advogado de Lohan, Kaman admitiu ter vendido o vídeo da câmara de segurança da loja com o incidente para um jornalista, e que ele o exibiu na TV.

Kaman, porém, afirmou não ter recebido nenhum dinheiro pelo acordo e minimizou as sugestões de que o incidente tinha sido uma boa propaganda para a joalheria.

Uma vendedora da Kamofie testemunhou que, quatro dias antes do suposto roubo do colar, Lohan visitou a loja e quase saiu com um brinco na orelha. A vendedora a lembrou de devolver o brinco.

Lohan recusou em março um acordo estabelecido pelas autoridades para ficar entre três e seis meses atrás das grades caso se declarasse culpada.

A atriz está em liberdade condicional por uma pena imposta em 2007, por dirigir bêbada e posse de cocaína. Em 2010, passou duas semanas na prisão e poderia ter ido ao cárcere por ter rompido sua liberdade provisória.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below