Lindsay Lohan será julgada em junho por roubo de colar

sexta-feira, 22 de abril de 2011 19:41 BRT
 

Por Alex Dobuzinskis

LOS ANGELES (Reuters) - A atriz Lindsay Lohan terá de enfrentar um julgamento em junho por roubar um colar de ouro, mas na sexta-feira uma juíza reduziu a acusação para contravenção simples, diminuindo drasticamente as chances de a atriz receber uma longa pena de prisão caso seja condenada.

A juíza da Corte Superior de Los Angeles Stephanie Sautner não quis arquivar o caso depois de uma audiência preliminar e determinou que Lohan seja julgada no dia 3 de junho.

"Vou dar uma oportunidade a ela. Vou reduzir esse caso para contravenção," afirmou Sautner.

Lohan, que tem 24 anos, disse não ser culpada por sair de uma joalheria em janeiro sem pagar por um colar de ouro de 2,5 mil dólares. Inicialmente, ela foi indiciada pelo crime de roubo e podia pegar até três anos de prisão, caso condenada.

O caso é o mais recente de uma série de problemas legais de Lohan, entrando e saindo de programas de reabilitação, da cadeia e dos tribunais desde 2007. Ela ficou sentada calmamente durante os procedimentos de sexta-feira, vestindo um casaco escuro, calças azuis e echarpe branca.

Lohan recusou em março um acordo estabelecido pelas autoridades para ficar entre três e seis meses atrás das grades caso se declarasse culpada.

A atriz está em liberdade condicional por uma pena imposta em 2007, por dirigir bêbada e posse de cocaína. Em 2010, passou duas semanas na prisão e poderia ter ido ao cárcere por ter rompido sua liberdade provisória.