Defensores de animais presenteiam casal real com seda artificial

segunda-feira, 25 de abril de 2011 13:00 BRT
 

NOVA DÉLHI (Reuters) - Um grupo de defensores dos animais da Índia deu como presente para Kate Middleton e o príncipe William um tradicional conjunto indiano de roupas de casamento feitas com seda artificial, o que ajuda a sensibilizar quão cruel o processo tradicional de produção do tecido pode ser.

O futuro rei da Inglaterra e sua futura esposa receberam um sari de seda e um Sherwani estampado, vestimentas tradicionais de casamentos na Índia, pela subsidiária indiana da PETA, informou o grupo nesta segunda-feira.

"Esperamos que Kate e William possam desfrutar de nosso presente que foi feito sem crueldade para ser um símbolo de compaixão e amor uns pelos outros e todas as criaturas neste dia especial", disse Poorva Joshipura, responsável pela PETA na Índia.

Cerca de 1.500 bichos de seda são mortos para produzir 100 gramas do tecido, usado em muitas roupas tradicionais da Índia, maior consumidor do mundo e segunda maior produtora do tecido depois da China, disse um comunicado da PETA.

A seda artificial é feita de uma mistura de poliéster, rayon e outras fibras sintéticas. O uso tradicional da seda para fazer roupas de seda foi criticado pelo líder da independência indiana Mahatma Gandhi.

O príncipe William, segundo na linha de sucessão ao trono, vai se casar com a namorada dos tempos da universidade kate Middleton em uma cerimônia na próxima sexta-feira. A expectativa de especialistas é que o evento seja assistido por 2 bilhões de pessoas no mundo inteiro.