Kate impressiona com vestido de estilista da grife McQueen

sexta-feira, 29 de abril de 2011 10:41 BRT
 

Por Matt Falloon

LONDRES (Reuters) - Kate Middleton usou um vestido deslumbrante, mas simples, criado pela estilista Sarah Burton, da grife Alexander McQueen, para se casar com o príncipe William nesta sexta-feira e completou o visual com uma tiara emprestada pela nova sogra, a rainha Elizabeth.

Fashionistas em todo o mundo especularam durante meses sobre quem assinaria o vestido, um feito que definiria a carreira por se tratar de criar o traje mais comentado da década.

O vestido tinha um aplique de renda feita à mão sobre seda e cetim na cor marfim, com uma longa cauda. Inspirado no novo brasão de Middleton, os brincos de Kate foram feitos com diamantes em formato de folhas e frutos de carvalho.

"O vestido é absolutamente mágico -- parece que foi feito por pássaros azuis", disse Angela Buttolph, editora do site da revista de moda Grazia.

"É o vestido perfeito de princesa da Disney para o que tem sido o maior conto de fadas da Walt Disney, desde o príncipe encantado fardado de vermelho, a floresta encantada na abadia e ela parecendo com uma donzela radiante."

A identidade do estilista e os detalhes do vestido foram mantidos em segredo pelo Palácio St. James durante o período que antecedeu o casamento de Kate Middleton com o príncipe britânico William.

Uma marquise especial foi erguida em frente à entrada do hotel onde Kate se preparou, em Londres, para impedir que qualquer um pudesse dar uma espiadela no traje antes de a noiva sair do carro em frente à abadia de Westminster.

A multidão em frente ao local do casamento estava totalmente surpreendida com o vestido e com a noiva.   Continuação...

 
<p>Kate Middleton chega &agrave; abadia de Westminster para seu casamento com o pr&iacute;ncipe William, em Londres. O vestido de noiva real foi desenhado pela estilista Sarah Burton, da grife Alexander McQueen, encerrando meses de especula&ccedil;&otilde;es no mundo da moda sobre quem criaria o traje mais falado da d&eacute;cada. 29/04/2011 REUTERS/Kai Pfaffenbach</p>