1 de Maio de 2011 / às 21:31 / 6 anos atrás

"Fast Five" e "Thor" ficam no topo das bilheterias dos EUA

LOS ANGELES 1o de maio - (Reuters) - “Fast Five”, a quinta sequência de “Fast and the Furious” (Velozes e Furiosos), uma sequência de filmes de corridas de rua, desta vez ambientada nas favelas do Rio de Janeiro, correu para se transformar na maior estréia do ano nas bilheterias dos EUA.

Enquanto isso, “Thor” ficou com o primeiro lugar no exterior.

De acordo com estimativas do estúdio, divulgadas no domingo, “Fast Five” faturou cerca de 83,6 milhões de de dólares durante os três primeiros dias de exibição nos EUA e Canadá, mostrando o apelo que filmes de perseguições de carros em lugares exóticos têm com jovens espectadores do sexo masculino.

Analistas da indústria esperavam que o filme passasse dos 71 milhões de dólares na estréia conseguidos pelo filme anterior “Velozes e Furiosos” lançado em 2009. A estréia também deu um novo impulso ao faturamento do seu distribuidor, Universal Pictures e da indústria cinematográfica em geral.

“Thor” arrecadou 83 milhões de dólares em 56 mercados estrangeiros, uma semana antes da adaptação da história em quadrinhos da Marvel estrear nos EUA.

“Fast Five” faturou 45,3 milhões de dólares no mercado internacional, depois de estrear em 14 mercados, contra apenas quatro, na semana passada. Ele estreou em primeiro lugar em dez novos mercados, incluindo a Rússia, com 11,5 milhões de dólares, a Alemanha, com 10.2 milhões de dólares e a Espanha, com 6,3 milhões de dólares. Sua arrecadação total está em 81,4 milhões de dólares, só no mercado internacional.

O forte desempenho dos dois filmes de ação sugere que o verão será bom para os estúdios de Hollywood, que têm sofrido com um ano de arrecadações fracas até agora. As vendas de bilhetes nos EUA caíram 17 por cento e a frequência de público está 18 por cento abaixo da de 2010. A Universal, cujo controle passou recentemente para a Comcast Corp., teve o menor market share (participação de mercado) entre os seis maiores estúdios, no ano passado. Até agora, 2011 tem sido bom, graças à distribuição do desenho animado “Hop.”

O BRASIL EM DESTAQUE

Com um custo de cerca de 125 milhões de dólares, “Fast Five” reúne os artistas da série “Velozes e Furiosos”, Vin Diesel e Paul Walker, em uma série de perseguições de carro pelas favelas do Rio de Janeiro.

O filme detonou facilmente a marca antiga de melhor estréia do ano - 39,2 milhões de dólares - alcançada há duas semanas pelo filme “Rio” um desenho animado também passado na cidade brasileira. “Fast Five” é, no momento, o maior lançamento desde que “Harry Potter e as Relíquias da Morte, Parte 1” estreou arrecadando 125 milhões de dólares, em novembro do ano passado.

A franquia começou em 2001, como “Velozes e Furiosos” e chegou ao seu auge com o lançamento de continuação de 2009, que faturou 353 milhões de dólares no mundo todo.

Outros dois lançamentos fracassaram nos EUA neste fim de semana. A comédia teen da The Walt Disney Co. “Prom” ficou com o quinto lugar, arrecadando 5 milhões de dólares e a continuação do desenho “Hoodwinked Too! Hood Vs Evil”, da Weinstein Co. ficou em sexto, com 4.1 milhões de dólares. Esperava-se que eles estreassem com um faturamento entre 7 e 9 milhões de dólares.

“Prom” é o primeiro filme a receber a luz verde do Presidente da Walt Disney Studios, Rick Ross, desde que ele assumiu o cargo, depois da reestruturação de outubro de 2009. O filme custou cerca de 8 milhões de dólares para ser feito. A Disney espera se sair melhor quando a sua quarta continuação de “Piratas do Caribe” estrear no dia 20 de maio.

Weinstein, o estúdio bem administrado que está por trás do vencedor do Oscar de melhor filme, “O Discurso do Rei”, disse que estava desapontado com a estréia de sua história de Hansel e Gretel, mas que ela corria um risco financeiro limitado. A empresa recebeu uma taxa de distribuição do produtor do filme, uma empresa administrada pelo magnata da vodca Maurice Kanbar.

O jornal Hollywood Reporter descreveu “Hoodwinked” como “um dos filmes de animação mais antipáticos e desnecessários do século, até agora”.

Depois de duas semanas no primeiro lugar, “Rio” caiu para o segundo lugar, arrecadando 14,4 milhões de dólares: o total arrecadado pelo desenho animado da Fox subiu para 103,6 milhões de dólares. A Fox é uma empresa da News Corp.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below