Musical "Spider-Man" modificado retorna ao palco em Nova York

sexta-feira, 13 de maio de 2011 18:20 BRT
 

NOVA YORK (Reuters) - Os críticos ainda não deram seu veredicto, mas "Spider-Man" - o musical mais caro da Broadway - voltou a ser encenado em versão modificada e, até agora, não sofreu nenhuma das catástrofes técnicas que o marcaram no passado.

O espetáculo de 70 milhões de dólares "Spider-Man: Turn off the Dark" reabriu na quinta-feira após um hiato de três semanas, com uma trama mais enxuta, diálogos adicionais, mudanças nos personagens e novas canções e letras dos compositores Bono e The Edge, do U2.

A nova versão do musical hi-tech - que no passado foi marcado por vários acidentes, teve sua noite de estreia adiada seis vezes em função de orçamentos excedidos, lesões sofridas pelo elenco e a chegada de um novo diretor - foi apresentada sem problemas, segundo o jornal New York Times, com a exceção de algumas falhas técnicas de pequena monta.

Muitos personagens e sequências de voo do espetáculo ainda estavam presentes, incluindo a amada do Homem Aranha, Mary Jane Watson, mas três canções foram eliminadas, a maioria delas ligada ao personagem da vilã aranha Aracne, disse o New York Times.

Os críticos ainda não publicaram resenhas do novo espetáculo, cuja abertura oficial será em 14 de junho. Eles desancaram a versão original, embora isso não a tenha impedido de ter boa performance de bilheteria.

Um dublê que se feriu gravemente em dezembro, quando sofreu uma queda espetacular de uma plataforma alta sobre o palco, voltou para o show, e novas normas de segurança foram implementadas devido a várias lesões sofridas por integrantes do elenco.

O musical vem fornecendo muito material para humoristas e apresentadores de talk shows noturnos americanos. O ator Neil Patrick Harris, que vai apresentar a entrega dos prêmios Tony este ano, brincou no início desta semana, dizendo que, para a cerimônia do Tony, "vamos usar todos os equipamentos de palco de 'Spider-Man'. O que poderia dar errado?"

(Reportagem de Christine Kearney)