Em 4o filme, "Piratas do Caribe" buscam fonte da juventude

terça-feira, 17 de maio de 2011 19:36 BRT
 

Por Iain Blair

LOS ANGELES (Reuters) - Os fãs da série "Piratas do Caribe" passaram quatro anos à míngua. Mas essa espera está prestes a acabar.

"Piratas do Caribe - Navegando em Águas Misteriosas", o quarto filme da lucrativa franquia da Disney, vai zarpar nos cinemas na sexta-feira, inclusive no Brasil, como um dos lançamentos mais ansiosamente aguardados do ano.

Filmado pela primeira vez em 3D, Johnny Depp está de volta no papel do capitão Jack Sparrow, e Geoffrey Rush é Barbossa outra vez na história sobre uma nova busca -- pela misteriosa fonte da juventude -- que envolve rivalidades antigas e muitas novas atrações, incluindo belas sereias-vampiras seminuas e piratas zumbis.

Os recém-chegados à franquia Ian McShane (o pirata malévolo Barba Negra) e Penélope Cruz (a filha deste, Angelica), tomam os lugares de Orlando Bloom e Keira Knightley, enquanto Rob Marshall assina a direção no lugar de Gore Verbinski, diretor dos três "Piratas do Caribe" anteriores.

Em uma temporada repleto de super-heróis e sequências nos cinemas, o produtor Jerry Bruckheimer disse que "Navegando em Águas Misteriosas" é um dos primeiros grandes filmes de aventura a ser rodado em 3D nas próprias locações, em vez de ser filmado contra um pano de fundo verde ou inteiramente em estúdios.

Mas é o personagem de Johnny Depp, inspirado em parte no guitarrista dos Rolling Stones Keith Richards (que novamente faz o papel do pai de Sparrow), cuja persona dominante forma o elo de união da franquia.

A franquia "Piratas do Caribe" já arrecadou 2,7 bilhões de dólares nas bilheterias mundiais e deu uma enorme injeção de vigor na carreira de Depp.

O ator não hesita em admitir que vem sendo difícil livrar-se de seu alter ego pirata, mesmo em sua vida particular.   Continuação...

 
Membro do elenco de "Piratas do Caribe - Navegando em Águas Misteriosas", Johnny Depp, posa durante a 64a edição do Festival de Cannes, em 14 de maio de 2011. O filme estreia nesta sexta-feira, inclusive no Brasil. 14/05/2011 REUTERS/Jean-Paul Pelissier