Jurados de Cannes têm escolha difícil para Palma de Ouro

domingo, 22 de maio de 2011 13:36 BRT
 

Por Mike Collett-White e Nick Vinocur

CANNES, França (Reuters) - O júri do Festival de Cannes, presidido por Robert de Niro, tem uma escolha difícil a fazer neste domingo, com filmes da Finlândia, Espanha, Estados Unidos e França todos no páreo para ganhar a Palma de Ouro.

Adivinhar o vencedor da principal mostra de cinema, ofuscada esse ano pela saída chocante do diretor Lars Von Trier por ter brincado que era nazista, é uma tarefa bem complicada.

A corrida pelo prêmio de 2011 está sendo considerada como excepcionalmente equilibrada, porém, o americano Terrence Malick, tem um leve favoritismo com o seu épico metafísico, "The Tree of Life", estrelado por Brad Pitt.

Também fortemente considerada uma favorita pelos críticos notoriamente exigentes de Cannes, há a comédia do cineasta finlandês Aki Kaurismaki, "Le Havre"; o filme mudo, em preto em branco francês, "The Artist"; e o thriller "The Skin I Live In", do espanhol Pedro Almodóvar.

Outros cinco filmes ganharam apoio apaixonado, porém não unânime, reforçando a impressão que a escolha desse ano subiu de nível, depois de algumas competições decepcionantes nos últimos anos.

"A minha escolha para a Palma de Ouro seria "Le Havre" de Aki Kaurismaki, seguido dos filmes de Pedro Almodóvar, "The Skin I Live In", e "Kid with a Nike" dos irmãos Dardenne", disse Mike Goodridge, editor de revista sobre cinema Screen.

"A minha aposta é que um júri presidido por Robert de Niro vai escolher "The Tree of Life", completou."

Além dos filmes, as principais celebridades compareceram em peso, as festas foram barulhentas e luxuosas e o gigante mercado viu sinais claros que a crise financeira que enfraqueceu os festivais recentes está, finalmente, saindo de cena.   Continuação...

 
A mestre de cerimônia Melanie Laurent (quinta à direita) posa com o presidente do júri Robert de Niro (quarto à direita) e membros do júri na abertura do 64o Festival de Cannes. Membros do júri são: o produtor Shi Nansun, o diretor Olivier Assayas, a atriz Linn Ullmann, o diretor Johnnie To, a atriz Martina Gusman, a atriz Uma Thurman, o diretor Mahamat-Saleh e o ator Jude Law. 11/05/2011 REUTERS/Eric Gaillard