007 volta em romance escrito por norte-americano

quarta-feira, 25 de maio de 2011 15:42 BRT
 

Por Mike Collett-White

LONDRES (Reuters) - Como é apropriado para a ocasião, no lançamento do novo romance autorizado de James Bond, "Carte Blanche", havia um carro de luxo, champanhe à vontade, chegadas espetaculares de soldados britânicos e uma garota de longas pernas em uma moto vintage.

A divulgação do livro do escritor policial norte-americano Jeffery Deaver, sobre 007 e suas mais recentes aventuras, que chega às lojas nesta quinta-feira, estava mais para Hollywood do que para o geralmente mais discreto mundo das editoras.

Mas Bond é ainda uma excelente aposta comercial em forma de livro, bem como na telona, o que explica o evento de alto nível na recém-reformada estação de trem St. Pancras, em Londres, com seu ostentoso bar, anunciado como o mais longo da Europa.

Deaver, mais conhecido por seus livros de Kathryn Dance e Lincoln Rhyme, chegou ao bar em um Bentley moderno.

Ele foi conduzido pelo piloto e dublê e pela modelo Chesca Miles, que apareceu como uma Bond girl em uma moto BSA, e recebeu uma cópia do livro novo de um membro do Comando da Marinha Real, que desceu de rapel do teto da estação.

Deaver sempre afirmou que tinha as qualidades "camaleônicas" necessárias para entrar na mente de um personagem essencialmente inglês, mas admitiu que a pesquisa ajudou.

"Eu me tornei um britânico durante os cerca de oito meses que me levaram para escrever o livro", disse ele à Reuters durante o lançamento.

HISTÓRIA ATUAL   Continuação...