Comediante Tracy Morgan se desculpa por piadas sobre gays

sexta-feira, 10 de junho de 2011 20:00 BRT
 

LOS ANGELES (Reuters) - O comediante e estrela do seriado "30 Rock" Tracy Morgan pediu desculpas nesta sexta-feira por fazer uma série de piadas sobre gays, incluindo uma em que ele diz que esfaquearia o seu filho até a morte se ele falasse com a "voz gay".

O pedido de desculpas de Morgan acontece depois das críticas ao seu stand-up em Nashville na semana passada, no qual ele também foi citado na imprensa por dizer que os gays "choramingam por algo tão insignificante como bullying".

"Eu quero pedir desculpas aos meus fãs e para a comunidade de gays e lésbicas pelas palavras que eu escolhi em meu stand-up em Nashville", disse Morgan em nota oficial.

"Eu não sou alguém detestável e não aceito nenhum tipo de violência contra outras pessoas. Ainda que eu seja também um piadista que não desperdice oportunidades, meus amigos sabem o que tem em meu coração, mesmo em um clube de comédia isso foi longe demais e não era engraçado em nenhum contexto", acrescentou.

As declarações de Morgan, 42, na performance no dia 3 de junho em Nashville foram alvo de reclamações do grupo pelos direitos gays Truth Wins Out e por outros espectadores.