Exposição em NY reconstrói viagem por memórias do Holocausto

terça-feira, 14 de junho de 2011 13:06 BRT
 

Por Ellen Freilich

NOVA YORK (Reuters Life!) - Enquanto sobreviventes do Holocausto envelhecem ou morrem, seus filhos assumem o papel de preservar a memória.

O fotógrafo Yuri Dojc e a cineasta Katya Krausova, ambos filhos de sobreviventes do Holocausto, viajaram de suas respectivas cidades em Toronto e Londres para a terra natal de seus pais, a Eslováquia, para registrar o que restou de uma comunidade judaica que já foi muito próspera.

As fotos dessas viagens, vistas pela primeira vez no Museu Nacional Eslovaco de Bratislava, compõem a exposição "Last Folio" no Museu da Herança Judaica na cidade de Nova York, em exibição até 9 de agosto.

Nascida a partir de uma sensação de dever como filhos e do interesse jornalístico, a viagem dos artistas se tornou uma jornada cativante de descoberta e intimidade.

"Se tornou uma jornada artística, uma jornada filosófica, uma jornada emocional, e uma jornada de memória cultural", disse Krausova à Reuters.

Nenhum dos artistas teve a intenção de procurar membros da família. "Eu estava simplesmente seguindo um fotógrafo", disse Krausova.

Mas as descobertas os acompanharam constantemente na viagem.

Durante uma visita à sobrevivente do Holocausto Katka Grunstein na cidade de Hodonin, Grunstein recontou a marcha para escapar da morte em Auschwitz, onde ela passou três anos.   Continuação...