Livros sobre Mao, Bismarck e Caravaggo disputam prêmio britânico

terça-feira, 14 de junho de 2011 18:29 BRT
 

LONDRES (Reuters Life!) - Livros sobre as vidas e as épocas do líder chinês Mao Zedong, do estadista prussiano-alemão Otto von Bismarck e do artista e renegado italiano Caravaggio competem pelo Prêmio Samuel Johnson de Não Ficção.

A lista de seis finalistas para o prêmio anual também inclui obras sobre americanos leais à Inglaterra que deixaram os EUA após a retirada britânica de 1783, sobre a guerra civil inglesa e sobre o fato de que as coisas podem realmente estar melhorando.

"A lista de finalistas deste ano é um tributo à profundidade e amplitude dos trabalhos literários de não ficção, reflexo de um ano editorial notável em que mais livros foram analisados para o prêmio do que jamais no passado", disse o escritor e jornalista Ben Macintyre, presidente do júri.

O ganhador do prêmio, que é patrocinado pela BBC e vale 20 mil libras (33 mil dólares), será anunciado em 6 de julho.

O objetivo do prêmio é render tributo ao melhor que existe na literatura de não ficção. Ele é aberto a autores de livros de não ficção nas áreas de atualidades, história, política, ciência, esportes, turismo, biografia, autobiografia e artes.

(Reportagem de Mike Collett-White)