Susan Boyle terá sua história contada em musical

sexta-feira, 17 de junho de 2011 12:46 BRT
 

LONDRES (Reuters) - A cantora escocesa Susan Boyle, lançada à fama em 2009 depois que sua apresentação num concurso de calouros na TV se tornou um sucesso mundial na Internet, terá sua vida retratada em um novo musical para os palcos.

O espetáculo "I Dreamed a Dream", título da música que Boyle cantou para se tornar uma celebridade da noite para o dia, fará uma turnê internacional a partir de 2012, depois de estrear no Theatre Royal em Newcastle, na Inglaterra, em 23 de março.

"Eu nunca pensei que minha vida chegaria aos palcos, mas muita coisa aconteceu em dois anos e é uma perspectiva muito emocionante", disse Boyle.

"Espero que todos gostem do espetáculo e eu prometo que haverá algumas surpresas no caminho", acrescentou, em comunicado.

Boyle será interpretada pela atriz Elaine Smith, mais conhecida por seu papel na série de comédia britânica "Rab C'Newbitt" e uma das estrelas preferidas da cantora.

A versão contada por Boyle de "I Dreamed a Dream" foi vista cerca de 300 milhões de vezes no site de compartilhamento de vídeos YouTube, e em poucos dias se tornou um sucesso mundial.

Sob tutela do produtor musical Simon Cowell, que era jurado do "Britain's Got Talent" quando Boyle se apresentou, ela já gravou dois álbuns e vendeu 14 milhões de cópias.

"Tem todas as qualidades de um conto de fadas, mas com o bônus de ser uma história absolutamente verdadeira", disse o produtor Michael Harris sobre o espetáculo.

Segundo o Daily Telegraph, por enquanto, a programação da turnê de 26 semanas inclui a Grã-Bretanha, os Estados Unidos e a Austrália.

(Reportagem de Mike Collett-White)

 
Susan Boyle canta "I Dreamed a Dream" em show beneficente para mulheres na África e vítimas do terremoto no Haiti, em Copenhague, Dinamarca, em 2010. A cantora escocesa, lançada à fama em 2009 depois que sua apresentação num concurso de calouros na TV se tornou um sucesso mundial na Internet, terá sua vida retratada em um novo musical para os palcos.
30/01/2010REUTERS/Casper Christoffersen