Coleção de Hollywood atinge valor de US$22,8 mi em leilão

segunda-feira, 20 de junho de 2011 20:20 BRT
 

LOS ANGELES (Reuters) - Uma coleção de objetos de Hollywood coletados pela atriz Debbie Reynolds alcançou a cifra de 22,8 milhões de dólares em um leilão realizado durante o fim de semana -- com destaque para o famoso "vestido do metrô" usado por Marilyn Monroe em "O Pecado Mora ao Lado", disseram os organizadores na segunda-feira.

No filme de 1955, o vestido é levantado por uma lufada de ar que sai do duto de ventilação do metrô quando um trem passa - imagem que passou a simbolizar a própria Marilyn. A peça foi arrematada por 4,6 milhões de dólares, quantia que chegou a 5,52 milhões com a inclusão de impostos e taxas. Antes do leilão, a estimativa era de uma venda por 1 a 2 milhões de dólares.

"Estou deslumbrada para além das palavras", disse Reynolds, dona do acervo de 600 peças, principalmente figurinos de filmes. "O primeiro leilão mostra que nossos grandes astros foram amados pelo mundo", acrescentou.

Um segundo lote será colocado à venda em 3 de dezembro.

A casa de leilões Profiles in History disse que o vestido de Marilyn superou o recorde anterior de um figurino de cinema, que pertencia ao vestidinho preto usado por Audrey Hepburn em "Bonequinha de Luxo" (1961) - peça vendida por 923.187 dólares.

No leilão do acervo de Reynolds, outras peças superaram o recorde anterior - o vestido usado por Hepburn em "My Fair Lady", arrematado por 4,4 milhões de dólares, e o de Judy Garland em "O Mágico de Oz", que saiu por 1,09 milhão.

(Reportagem de Mary Slosson)