Desfiles de moda masculina em Milão trazem leveza e frescor

terça-feira, 21 de junho de 2011 17:19 BRT
 

Por Antonella Ciancio

MILÃO (Reuters) - Estilistas na semana de moda masculina de Milão optaram por camisas desabotoadas, chapéus de ráfia e alpargatas de crocodilo para refrescar no próximo verão os guarda-roupas de homens que se vestem para impressionar.

As coleções exibidas em Milão trouxeram uma lufada de ar fresco para o setor da moda, que passa para uma rodada intensiva de consolidações e ofertas de ações nas bolsas.

Os grupos de luxo Prada e Salvatore Ferragamo esperam levantar até 2,67 bilhões de dólares em suas ofertas públicas iniciais de ações neste mês.

"É fantástico ver todos esses projetos aquecendo o mercado. O interesse dos investidores mostra que o setor da moda está crescendo", disse à Reuters Gianluca Brozzetti, executivo-chefe da maison italiana Roberto Cavalli.

A estilista criadora de tendências Miuccia Prada, que acabara de voltar de um desfile feito em Hong Kong para investidores na oferta pública inicial, apresentou em Milão uma coleção descontraída inspirada em campos de golfe, com camisas irônicas em estampas florais e de quadrinhos, usadas com ternos de alfaiataria.

A indústria da moda, que faz uma contribuição chave para a economia italiana, está prevista para gerar 65 bilhões de euros (93 bilhões de dólares) neste ano, segundo a Câmara da Moda italiana, um aumento de 7 por cento em relação a 2010.

Na Ferragamo, o estilista Massimiliano Giornetti levou os convidados à Riviera Francesa com sua coleção singela, com modelos usando chapéus panamá de ráfia e ternos justos em cores cremosas.

Um aroma da Riviera também exalava da coleção de Ermenegildo Zegna, com paletós de seda amassada em tons pastéis.   Continuação...