Lindsay Lohan é libertada de prisão domiciliar após 35 dias

quarta-feira, 29 de junho de 2011 16:56 BRT
 

LOS ANGELES (Reuters) - A atriz Lindsay Lohan foi libertada nesta quarta-feira da prisão domiciliar, depois de passar 35 dias fechada em seu apartamento em Nova York por ter roubado um colar, disseram autoridades.

Uma empresa privada que trabalha com equipamentos de monitoramento para pessoas que cumprem prisão domiciliar retirou a tornozeleira eletrônica da atriz de "Meninas Malvadas" na manhã da quarta-feira, informou Steve Whitmore, porta-voz da polícia.

Lohan foi condenada em maio a 120 dias de prisão, mas a atriz de 24 anos atendeu os critérios exigidos para que passasse um período mais curto em prisão domiciliar, dentro de programas para infratores não violentos e que visam reduzir a superlotação dos presídios de Los Angeles.

Ex-atriz mirim, Lohan não contestou em maio a acusação de ter roubado um colar de ouro de 2.500 dólares de uma butique de Los Angeles. Ela tinha saído da joalheria com o colar no pescoço.

Sua carreira em Hollywood, antes promissora, foi prejudicada por problemas repetidos com a lei e várias passagens por clínicas de reabilitação, para tratar-se de problemas com drogas e álcool.

Apesar disso, Lohan deve começar a rodar este ano um filme sobre o chefão mafioso nova-iorquino John Gotti, com John Travolta e Al Pacino no elenco.

(Reportagem de Alex Dobuzinskis)